Para Ler, Ver e Ouvir!

sexta-feira, 11 de outubro de 2019

15 Animações Inesquecíveis do Disney Club

Em 28 de abril de 1997, o CRUJ "invadiu" o sinal do SBT às 18 horas e assim estreava na programação do SBT, o programa Disney Club. Era a história de um jovem gênio, Juca, que conseguiu montar uma TV Pirata para interferir diariamente na programação do SBT, trocando a programação normal por desenhos animados e fazer propaganda política do Comitê Revolucionário Ultrajovem, CRUJ.

O CRUJ, foi inspirado numa crônica de Carlos Drummond de Andrade, o Poder Ultrajovem, que pregava o respeito ao direito dos ultrajovens, antigamente conhecidos como crianças, e era porta-voz de todo ultrajovem que escrevesse expondo reivindicações.

Ilustração: OPlanetaAlternativo.com

Uma atração da emissora do Silvio Santos que marcou a infância de muita gente. E para comemorar o dia das crianças, que tal uma listinha nostálgica das animações que assistimos por lá? Bom, pelo menos das que eu realmente pude assistir, né?

Nessa época minha família e eu morávamos em Goiânia, Goiás. Lembro que assisti muito nos finais de tarde e inicio da noite. Foram seis anos de sucesso na grade do SBT, muitas reivindicações e principalmente desenhos. O CRUJ chegou ao fim em outubro de 2003, e a TV brasileira jamais viu algo parecido. E claro, para matar a saudade decidi fazer essa lista de algumas animações que eu lembro que fizeram parte da grade do CRUJ.

O sinal toca é hora de começar a lista...

1. Hora do Recreio
(Recess, 1997-2001)

Hora do Recreio! O desenho mostra as aventuras diárias de seis crianças da quarta série, elas põem à prova sua amizade enquanto exploram o pátio da escola durante a hora do recreio. A série apresenta histórias divertidas de lealdade, descobrimento e valentia contadas do ponto de vista de um grupo de crianças: T.J, um líder leal e otimista; Vince, um esportista com um grande senso de trabalho em equipe; Spinelli, uma menina temperamental e competitiva; Mikey, um grandão doce e bondoso; Gretchen, uma amiga confiável e inteligente; e Gus, um moleque tímido assustado, mas com um grande coração.

Hora do Recreio

O grupo de aventureiros de personalidades e características diversas abrirá caminho num ambiente controlado por suas regras e hierarquias próprias, rodeado de oportunidades, competência e sonhos.

Um dos principais pontos de “Hora do Recreio” eram as diversas sociedades e grupinhos formados pelos alunos durante o intervalo, como o clube dos mais velhos ou das patricinhas – em que todas as meninas chamam Patrícia, inclusive a rebelde Spinelli, o que causa uma confusão no grupo.

O desenho foi um enorme sucesso e também gerou dois filmes, que inclusive eu tenho os DVDs de ambos e que está guardadinho até hoje. Com certeza um dos meus favoritos!


2. Ana Pimentinha
(Pepper Ann, 1997-2000)

"Pimentinha é demais, ela só faz o que quer. Só há uma Pimentinha em um milhão. Pimentinha é demais, toda sétima confirma, não dá pra alcançar a Pimentinha...", dizia o tema de abertura.

Ninguém disse que seria fácil sobreviver à sétima série da escola, especialmente com uma mãe que lhe envergonha na frente de seus amigos e uma irmã que nunca lhe deixa em paz. Esta é ninguém menos que Ana Pimentinha, uma jovem que se debate constantemente entre um desejo muito forte de ser aceita pelos demais e uma necessidade incontrolável de ser ela mesma...

Ana Pimentinha

Pois é, essa garotinha pimenta tem 12 anos e mora com a mãe divorciada, a irmã mais nova e o gato laranja, vivendo uma série de temas relacionados a idade, como as espinhas, rivalidades e aventuras com os melhores amigos. Pimentinha mora na fictícia cidade de Avelã e é lá que temos a premissa de todos os episódios. Pimentinha tinha sempre algum dilema moral, logicamente que ela tomava a decisão errada, enfrentava as consequências e aprendia uma lição moral. Digamos que ela é uma versão feminina do Doug Funnie, que é o proximo desenho da lista.

Que saudade, é claro que era um dos meus favoritos assim como Hora do Recreio.

3. Doug
(Disney's Doug, 1996-1999)

Doug era um desenho simples, sem grandes pretensões, mostrava um garoto que se apaixonou, que teve medo de uma espinha, que pegou uma pizza por debaixo da porta, com medo de ser assaltado. Doug é uma criança comum. Escreve em seu diário e imagina ser o grande Homem-Codorna. Eu já fui Doug, você também.

Doug

Na série, a imaginação do garoto reage a várias situações cotidianas o ajuda a superar medos, inseguranças e a ser sempre otimista. Ao longo da série, a honestidade foi o ponto principal, ao lado de uma mensagem mais sutil: o desejo de ser diferente em um momento de amadurecimento muito específico. Doug quer ser especial, mas ele está na média. Ele não pode fazer muito sobre o fato de que seu nariz é grande ou que ele é ruim no basquete e pior na dança. Ele não pode se forçar a ser diferente, mas ele tem uma escolha ativa: sempre trabalhar para ser uma boa pessoa.

Acompanhei tanto a versão da Nickelodeon, como a versão Disney. Sim, Doug foi cancelado pela Nick e resgatado pela Disney. Apesar de algumas mudanças e perda da essência da primeira fase, o desenho ainda continuou ótimo e eu indico.


4. As Aventuras de Timão e Pumba
(Timon and Pumbaa, 1995-1999)

Dois dos personagens mais engraçados do sucesso "O Rei Leão" estão nesse desenho, se metendo em todo o tipo de trapalhadas. Timão e Pumba partem em travessuras malucas seguindo o lema: “hakuna matata!”.

Timão e Pumba

Os melhores amigos Timão e Pumba vivem suas próprias aventuras, repleto de humor e momentos de reflexão sobre as consequências dos nossos atos. Nas florestas e selvas mais densas e nos mais diversos países, e alguns países fictícios inspirados em lugares reais, como é o caso de “Tanzânia Zany“, “Guatemala Malarkey” e “Africa-Dabra“, tudo isso á procura de sossego, aventura, dos mais diversos bichinhos para sua degustação e é claro muitas confusões.

Gostava muito também. Pude assistir também nas manhãs da Globo no ''TV Globinho'', se não me engano.

5. As Novas Aventuras do Ursinho Puff
(The New Adventures of Winnie the Pooh, 1988-1991)

Podem me julgar, fiquem a vontade, mas eu amava demais o Puff quando era criança. O desenho tem como personagens o simpático Ursinho Puff e seus amigos, vivendo suas aventuras no Bosque dos 100 Acres.

Ursinho Puff

As histórias ali retratadas traziam importantes lições de amizade e companheirismo, além de me proporcionar muitas risadas com as "loucuras" e "trapalhadas" dos personagens (o meu preferido era o Leitão... rs).

Passou anos reprisando no SBT, além de filmes que sempre eram exibidos aos sábados pela manhã.

6. A Turma do Pateta
(Goof Troop, 1992-1993)

Pateta, Max, João Bafo-de-Onça, Bob, Serrote, Peg… ah, meu amigo, que turma maravilhosa. Era impossível não se encantar com as histórias dessa turma. Pois é, nessa série o Pateta tem um filho, Max! O desenho foi sucesso mundial, não é a toa que 2 filmes, um para o cinema e outro para o mercado home video foram produzidos.

O Pateta, como sempre mito engraçado, gentil e honesto. Deixou Patópolis e foi morar em Spoonerville, com seu filho Max, de 11 anos que apesar de muitas vezes se irritar com as trapalhadas de seu pai, sempre o ajuda.

A Turma do Pateta

Tem o João Bafo-de-Onça, mais conhecido pelo nome de "Bafo", é o vizinho de Pateta, dono de uma loja de carros usados, que ama o seu barco. Já não é mais um vilão criminoso nas aventuras do Mickey Mouse, mas continua o mesmo malandro vigarista se aproveitando da mordomia. É também incrivelmente azarado sempre se dando mal. E Peg mulher enérgica, mas carinhosa de Bafo. É a única pessoa que bafo não consegue enganar. Além do João Bafo-de-Onça Junior, mais conhecido pelo nome de "B.J.", é o filho de 11 anos do Bafo e melhor amigo de Max. O seu apelido "B.J." é a abreviatura de "Bafo Júnior". Apesar do seu Pai ser inimigo do Pateta e do Mickey, o B.J. está sempre do lado do Max. Enfim, curtia muito!

7. OK Mundongo da Disney
(Mickey Mouse Works, 1999-2000)

OK Mudongo da Disney é uma série de segmentos de animação estrelados por personagens clássicos da Disney, como Mickey Mouse, Donald, Pateta e até o Prof. Ludovico. Cada episódio tinha meia hora de duração, e é composto de esquetes que vão de 90 segundos a 12 minutos. Na versão original, ao final de cada abertura acontecia uma situação cômica diferente, quase sempre estrelada pelo Pato Donald.

OK Mundongo da Disney


Teve também o ''O Point do Mickey'' que era até melhorzinho... vale mencionar na lista, também acompanhei no Disney Club.

8. DuckTales - Os Caçadores de Aventuras
(DuckTales, 1987-1989)

Ducktales, também conhecida como Os Caçadores de Aventuras, é uma série com as aventuras vividas por Tio Patinhas e seus sobrinhos escoteiros, Huguinho, Zezinho e Luizinho, ao redor do mundo. A série da Disney foi a maior em duração e chegou ao total de 100 episódios.

Duck Tales

Com uma música de abertura memorável, uma das coisas inesquecíveis da série, era cantada em português por Luis Ricardo, um dos atores que fazia o palhaço Bozo no SBT.

Em 2017, uma nova versão de Duck Tales chegou à televisão. Com traços remodelados, dando um ar mais moderno à animação, as aventuras prometem ser tão ou mais emocionantes que a série original. E foi bem elogiada, viu? Apesar de não ter acompanhado.

9. Hércules
(Hercules: The Animated Series, 1998-1999)

Aqui temos a série baseada no longa-metragem ''Hércules'' de 1997 bem como na mitologia grega. A série se passa em meio ao filme original, no período em que Hércules está sob o treinamento de Filoctetes. Zeus, pai do herói, decide inscrevê-lo na Academia Prometeu, uma escola para deuses e mortais. Lá faz amizade com Ícaro, um garoto que enlouqueceu após voar próximo demais do Sol, e Cassandra, uma vidente sarcástica pela qual Ícaro é apaixonado, e cria rivalidade com o vaidoso Adônis. No meio-tempo, exercita seu treinamento, tenta impedir Hades de tomar posse do Olimpo, e encontra muitos mitos gregos.

Hércules

Era bem legal e eu gostava também, assisti muito com meu irmão mais velho.

10. Aladdin
(Aladdin, 1994-1995)

Se existe algum ladrão que tem bom coração, ele se chama Aladdin. O desenho do rapaz que encontrou uma lâmpada e fez do gênio um grande amigo cativou muita gente. Apesar de não ser um dos meus favoritos, confesso que sempre assistia.

Aqui temos as aventuras de Aladdin, ainda solteiro. Jasmine foi vista como alvo de feiticeiros, monstros, ladrões, e muito mais. O macaco Abu, o Gênio e o papagaio Iago, que antes era o animal de estimação do vilão Jafar, também estão incluídos na série.

Aladdin

Foi criada inspirada nos filmes Disney: Aladdin e O Retorno de Jafar. A maioria dos episódios explorava as historias assessorias das 1001 Noites, e o programa tinha seus próprios personagens originais, como Mecânicles, um grego que inventava robôs, o povo de Fedoroza, Miragem, a Sereia Saleen (que transforma Aladdin em um tubarão humano), a Rainha Hipsodete (que viveu um ''amor'' com o sultão) e que é a soberana de Galafena, um paralelo com Themyscera, Mukhtar o caçador de gênios, entre outros menos notáveis. Há também anti heróis, como Sadira, que é quase uma versão feminina de Aladdin, e que varia nos clichês de heroína e vilã, aparições de outro gênio, que faz par com o amigo de Al, e nesse ponto da trama a metalinguagem se extrapola bastante. 

11. A Pequena Sereia
(The Little Mermaid, 1992-1994)

Após o enorme sucesso nos cinemas, A Pequena Sereia foi tentar a sorte na TV. E de fato conseguiu. Com os mesmos personagens do filme, a série conta as aventuras de Ariel e seus amigos no fundo do oceano, antes dela se tornar humana. Os episódios se passam enquanto ela tinha 15 anos, ou seja, um ano antes dos eventos do longa-metragem.

A Pequena Sereia

Tinha suas diferenças, da Ariel da série e ao do filme, é o fato da primeira ser mais aventureira e corajosa enquanto a Ariel do clássico de 1989 é uma sonhadora romântica que arriscou toda a sua vida pelo amor de alguém que ela só viu uma vez.

Também novos amigos são apresentados, como o garoto órfão Travesso e a sereia surda e muda Gabriela. A série também mostra mais a relação da Ariel com suas irmãs, especialmente com a Arista. Enfim, é uma série animada muito legal também.


12. 101 Dálmatas
(101 Dalmatians: The Series, 1997-1998)

Eu amava, amava muito esses cachorros, vocês não tem noção. Quando lançou o filme eu fiquei fascinado (hahaha).

Logo após o grande sucesso do live-action de 101 Dálmatas, a Walt Disney Company lançou em 1997 a série animada dos pequenos cãezinhos. O desenho cativou muito os telespectadores, eu particularmente gostava muito. Acompanhamos aqui então Pongo, Perdita e seus filhotes que saíram da cidade grande e estão agora vivendo numa fazenda com Roger e Anita Dearly. Lucky ("Pingo", no Brasil), Rolly ("Roliço", no Brasil) e Cadpig ("Queridinha", no Brasil), os três filhotes protagonistas da série, e o resto da ninhada se divertem explorando a casa onde moram e fazendo amizades com animais de todos os tamanhos e espécies.

101 Dálmatas

No início do desenho Cruella DeVil muda-se para a casa ao lado e sempre está tramando algum plano para trazer problemas à família Dearly. Agora ela não quer mais matar os dálmatas para fazer um casaco com suas peles, mas sim adquirir a propriedade dos Dearly para expandir seu império. Seu companheiro Scorch ("Chamuscado", no Brasil), cúmplice de armações, está sempre disposto a ajudar Cruella com seus planos. Os desajeitados Jasper e Horace ("Horácio", no Brasil) continuam subordinados a Cruella para auxiliá-la a realizar suas idéias cruéis.

O desenho busca trazer além de entretenimento noções de amizade, família e responsabilidade através de um ambiente repleto de bom humor, aventuras e surpresas.

Além do Disney Club, foi exibido também no ''Bom dia e Cia''. Ahh, que saudades daquelas manhãs sem preocupações.

13. Quack Pack
(Quack Pack, 1996)

A série gira em torno de Donald e versões pré-adolescentes de seus sobrinhos Huguinho, Zezinho e Luisinho. A idade real dos meninos não é certa. Donald trabalha como cinegrafista ao lado de Margarida, que é repórter. O grupo viaja pelo mundo à procura de uma grande colher.

Quack Pack

Huguinho, Zezinho e Luisinho têm personalidades mais distintas do que quando foram apresentadas como mais jovens. Eles costumam recorrer a medidas extremas e estranhas para evitar problemas com o tio e alcançar suas ambições. Eles costumam fazer isso enganando Donald, ou quem quer que eles queiram manipular. Mas eles geralmente se sentem culpados por qualquer um dos erros cometidos, que podem ter perturbado os entes queridos, provando que eles possuem uma boa moral. Huguinho, Zezinho e Luisinho compartilham paixões semelhantes, como ouvir rock, se vingar de quem os enfurece, impressionar garotas, ganhar dinheiro, fazer brincadeiras, modelos que admiram, admiram, jogam jogos e leem quadrinhos. Eles também compartilham um profundo conhecimento de carros e mecânicos. Mas há certos aspectos de suas personalidades que se destacam mais em cada um deles.

A série teve uma temporada com 39 episódios. Eu gostava também, vale a menção na lista.

14. Tico & Teco
(Chip 'n Dale Rescue Rangers, 1989-1990)

Os dois simpáticos e atrapalhados esquilos da Disney entram na lista também. Na animação temos o Tico, que é o mais inteligente e esperto dos dois, é ele quem tem as ideias, quem elabora os planos, enquanto que Teco é meio bolo, tolo, atrapalhado e até ingênuo. Teco é capaz de se meter em muitas confusões, mas não é por maldade, e sim, por ingenuidade. No entanto, quando Tico e Teco estão em apuros, Teco é capaz de ter uma boa ideia para salvar a sua vida e a de seu irmão. Tico se diverte com as trapalhadas de Teco, mas os dois esquilos também brigam, porém depois fazem as pazes, afinal eles têm que contar um com o outro para resolver os problemas.

Tico e Teco

Com a popularidade em alta entre a criançada, a partir de 1989, Tico e Teco passaram a estrelar uma série própria: Tico e Teco e os Defensores da Lei.

Os esquilos gêmeos são donos de uma agência de detetives chamada "Conexão Salva-Ação". E para solucionar os mais diversos tipos de crimes, eles contam com a ajuda de outros três personagens: Geninha, Monterey Jack e Zipper. Os clientes da agência são animais e os principais inimigos de Tico e Teco são Gatão e o Professor Norton Nimnul.

15. Turma do Fim de Semana
(The Weekenders)

Quatro amigos do sul da Califórnia vivem um fim de semana perfeito. Nesse desenho acompanhamos as aventuras de quatro amigos adolescentes: o Tino, o Carver, a Tish e a Lor. Eles viviam pequenas aventuras geralmente em menos de 4 dias, porque sempre se passavam sobretudo no fim de semana. Então, como fazer uma boa aventura que se passe em apenas dois dias (sábado e domingo)?

Turma do Fim de Semana

Na maioria dos episódios, os personagens faziam a aventura começar na sexta-feira à tarde e concluíam-na na segunda-feira, antes das aulas. As personagens principais tinham vozes que não se ouvem facilmente por aí (ou, se ouvem, é porque as pessoas que as dobravam cresceram e a voz mudou muito) e cada um tinha as suas particularidades. A Lor gostava mais de fazer desporto, a Tish era mais sábia e usava óculos… por aí. O Tino era o nosso principal membro, porque no início da aventura se virava para nós e costumava dizer: “Olá! Daqui Tino.”, descrevendo-nos depois o que se estava a passar. Este grupo tem também o hábito delicioso, embora pouco saudável, de comer fast-food frequentemente, em especial umas batatas fritas com um molho vermelho (é bem possível que fosse ketchup).

-


Bônus!

Bom, esses não fizeram parte do ''Disney Club'', mas vale a menção aqui...

(bônus) 16. Kim Possible
(Kim Possible, 2002-2007)

Kim Possible é uma jovem inteligente e audaciosa que, após criar uma página na Internet dizendo "Faço qualquer coisa", recebe milhares de pedidos de socorro de todo o mundo. Graças ao conselhos que seu amigo Wade envia pelo "kimunicador" - um pequeno aparelho que a mantém conectada à Internet o tempo todo -, Kim encontra a melhor maneira de vencer seus inimigos. Ao lado de seu fiel amigo Ron Stoppable e de sua singular mascote Rufus, a heroína encara as mais extraordinárias aventuras ao redor do mundo as ainda arruma tempo pra cuidar das tarefas escolares. Às vezes, ela descobre que vencer os malvados vilões é mais fácil que enfrentar as pressões comuns da adolescência.

Obs: Não lembro da série fazer parte do Cruj, mas também foi um desenho marcante da Disney e eu aproveito aqui para mencionar na lista.

(bônus). 17. Jake Long, o Dragão Ocidental
(American Dragon: Jake Long, 2005-2007)

Jake Long é aparentemente um simples garoto sino-americano de treze anos morando em Nova Iorque, mas ele tem um segredo: é descendente de uma longa linhagem de dragões e tem a função de proteger uma comunidade de criaturas mágicas que vivem secretamente no meio da população da cidade. Ele mora com seus pais, Johnathan e Susan, e sua irmã de oito anos, Haley. Seu avô Lau Chi e a irmã também são dragões. A linhagem algumas vezes pula uma geração, sendo assim, a mãe de Jake não tem o mesmo poder. Seu pai nem sabe que seus filhos e o sogro são dragões. Durante a série, Jake é orientado pelo avô a usar seus poderes mágicos inatos e por um Shar Pei de 600 anos chamado Kung cão. Jake precisa desses poderes para proteger as criaturas mágicas de diversos inimigos, entre eles o Clã do Caçador liderado pelo Caçador. As histórias mostram Jake tentando conciliar sua vida como guardião mágico com a de um adolescente. Ele tem dois grandes amigos (Trixie e Spud), interesses amorosos (Rosa) e atividades escolares.

Um desenho Disney também, exibido nas manhãs da Rede Globo e ate os dias de hoje segue em exibição no Disney Channel. Não era o dos meus favoritos, mas eu curtia acompanhar também.

(bônus) 18. Lilo & Stitch: A Série
(Lilo and Stitch: The Series, 2003-2006)

A série é uma continuação do filme de 2003 Stitch! O Filme, que por sua vez é a continuação do clássico da Disney Lilo & Stitch de 2002.

Depois dos acontecimentos dos filmes, Lilo, Stitch, Jumba e Pleakley, agora estão morando juntos numa casa terráquea, eles tem a missão de coletar todas as 625 experiências dispersas pela ilha em forma de capsulas, que vão gradualmente se libertando de suas formas desidratadas em contato com um pouco de água... daí são convertidas de más para boas além de encontrar o lugar ideal aonde elas realmente pertencem. Enquanto isso, o ex-capitão Gantu e seu parceiro relutante, a experiência 625, também tentam capturar as experiências antes de Lilo e Stitch para o Dr. Hämsterviel que agora se encontra preso em uma prisão espacial.


Além da animação ser legal, a dublagem brasileira era bem interessante. Vale a pena inlcuir a animação aqui na lista.

-

Enfim, Vale mencionar que o ''Disney Club'' virou ''Disney Cruj'' uma espécie de continuação bem repaginado. Lá se vão anos e anos desde que o Disney Club/Cruj saiu do ar. Ahh, Bom, com o fim dessa pequena lista de animações Disney, só resta dizer CRUJ, CRUJ, CRUJ, Tchau!

Feliz dia das crianças. Feliz dia da criança que ainda vive dentro de nós!
SHARE:

Nenhum comentário

Postar um comentário

Blog Layout Designed by pipdig