Para Ler, Ver e Ouvir!

quinta-feira, 19 de setembro de 2019

5 Videogames Favoritos da Minha Infância

Momento nostalgia, senhores! Todos temos aquelas brincadeiras, jogos ao ar livre e os videogames que nos remetem a nossa infância, mas que não sabemos mais onde estão ou não encontramos mais para vender por aí. A única coisa que resta é o sentimento na memória do que já se passou.

Ilustração

Videogames não tiveram um papel de protagonismo na minha infância, mas alguns jogos ficaram marcados fortemente em minha memória. 

1. Super Mario Bros

Bonito, divertido e muito desafiador, Super Mario World é lembrado até hoje como um dos principais jogos de sua geração. O título estava presente em todos os Super Nintendo vendidos e era obrigatório para todos os fãs de games de plataforma com suas quase cem fases e diversos truques e segredos.

O jogo

Este foi o primeiro jogo lançado para o Super Nintendo. Certamente um marco para a indústria dos games. A trama é simples: Mario, Luigi e a Princesa Peach foram passar férias na Ilha nos Dinossauros, mas Bowser rouba os ovos e sequestra a princesa. Assim, Mario e Luigi vão desbravando as ilhas e seus desafios até chegar ao momento de resgate. Ao todo são 7 mundos. Para zerar o jogo, é preciso achar locais escondidos, totalizando 96 fases.

2. Mortal Kombat II

Esse era uma febre no começo dos anos 2000, apesar de ter sido lançado em 1993, Mortal Kombat II ao lado de Street Fighter II (não lembro de ter jogado esse), foi um dos jogos mais populares do seu tempo, sendo um dos responsáveis pelo crescimento dos jogos de luta no mercado.

Mortal Kombat II (os jogadores)

Muitos jogaram esse game nos arcades e nos consoles. E o jogo se apresentou de formas diferentes nas diversas plataformas. Um dos pontos mais clássicos do game são os FATALITIES, as finalizações brutais que os personagens podiam usar após vencerem os oponentes SE o jogador fizesse o macete certo.

3. PickUp Express

Talvez pouquissimas pessoas conseguem lembrar desse jogo. Meu irmão conseguiu o CD dele e colocamos no computador da época e passamos horas e horas jogando. O Pickup Express foi criado por uma desenvolvedora sueca e chegou ao Brasil pela AddGames em 2002, em parceria com a novata Gugu Games (Sim, o apresentador Gugu Liberato do SBT). O jogo consistia em disputas de carros para chegar a linha de chegada, pelo que me lembro.

Pick Up Express

Os gráficos do desenho costumavam aparecer propagandas do programa ''Domingo Legal'', logomarca do SBT, etc, tudo para promover as empresas. Mesmo com esta jogada imensa de marketing, Pickup Express ainda era um bom jogo (pelo menos para os padrões da época) e que divertia por algum tempo. O visual do jogo não era aquelas coisas, trazendo algumas texturas bem inferiores, e a trilha sonora era bem irrelevante, tendo destaque apenas os efeitos sonoros dos arranques dos carros: talvez o único barulho que você poderia ouvir.

4. Jogos do Windows XP

Quem não lembra do Windows XP um dos sistemas operacionais mais populares de todos os tempos? Pois é. Lançado em outubro de 2001, ele agradou tantos aos usuários, que só perdeu o suporte da Microsoft em abril de 2014.

Exemplo do jogo ''Paciência Spider''

Acessar a internet no início dos anos 2000 não era exatamente simples, barato ou estável. Às vezes, em frente ao computador, o único passatempo possível eram os joguinhos do Windows. Uma novidade do XP era a Paciência Spider, uma variação mais dinâmica da Paciência comum, o popular jogo de cartas. Era possível ajustar o nível de dificuldade e mudar a imagem na traseira do baralho. Outro game clássico foi o Pinball, que, por sua vez, teve seus últimos momentos no XP. Lembro também do Batalha Naval, que eu jogava muuuuuito. Bons tempos do XP!

5. Brick Game

Uma opção mais econômica para jogos portáteis estava no Brink Game, que começou a ser vendido nos anos 90 mas perdurou até o início dos anos 2000. Ele não precisava de cartuchos externos e os joguinhos em 2D ficavam salvos no armazenamento interno do aparelho, que funcionava com pilhas. O videogame também tinha alto-falantes e botões para controlar as ações na parte frontal. Ele podia ser comprado em diferentes cores e tinha até o popular jogo da cobrinha. Mas o meu preferido era a corrida de carros. Eu também adorava as musiquinhas que tocavam. Muito bom! 

Brick Game


Pois é, pessoal: Alguns desses jogos fizeram a alegria de uma geração, por isso até hoje continua a ser lembrado com muito carinho e nostalgia. Confesso que há anos não jogo eles, até porque eu não tenho mais paciência e já passou da fase, né? hehehe, mas vale a menção aqui em mais uma postagem nostálgica do blog. E você aí? Lembra de algum desses jogos? Diz aí nos comentários! Fui ;)

GAME OVER!
SHARE:

Um comentário

  1. Lembro da maioria deles e gostava muito.
    Boa semana!

    O blog JOVEM JORNALISTA retornou do HIATUS DE INVERNO com posts interessantes.

    Até mais, Emerson Garcia

    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram

    ResponderExcluir

Blog Layout Designed by pipdig