Para Ler, Ver e Ouvir!

terça-feira, 20 de agosto de 2019

Filme #148 – A Clínica do Dr. Blanche (La clinique du Dr Blanche, 2014)

Em meados do século XIX, dois médicos com métodos muito diferentes estão competindo no campo das doenças mentais, que depois veio a ser conhecido como psiquiatria. Um deles é o renomado François Leuret (interpretado por Lionnel Astier), que acredita no uso de métodos de força física como a chave para a cura. Emile Blanche (interpretado por Stanley Weber), filho do famoso Esprit Blanche (interpretado por Philippe Laudenbach), está convencido, como seu pai, que a recuperação pode ser encontrada através da linguagem.

Dois mundos - o público e o privado -, duas concepções do tratamento das patologias mentais (confinamento, violência e tumulto de um lado, abertura, compaixão e calma do outro) confrontam-se em meados do século XIX, alguns anos antes das descobertas de Breuer e Charcot, que ajudará Freud a estabelecer as bases da psicanálise.

 A Clínica do Dr. Blanche (La clinique du Dr Blanche, 2014)

Desde os tempos medievais, a sociedade tem abordado o tratamento e o processo daqueles que são tomados como “bizarros” e “irracionais”, e vários acadêmicos têm assumido o tema de forma diversa. Seja bem vindo à França de 1850, é aqui se se passa a trama de A Clínica do Dr. Blanche, logo conhecemos duas escolas de pensamento opostas. François Leuret e Emile Blanche, herdeiro do legado do seu pai, Esprit. Dois médicos que tratam de pacientes com doenças mentais, marginalizados pela sociedade.

A trama expõe a paixão de um confronto intelectual entre esses dois médicos na França: François Leuret e Emile Blanche, herdeiro do legado do seu pai, Esprit. Enquanto Leuret acredita na força para curar seus pacientes, Emile promove o diálogo e a paciência com esta população marginalizada. Para isso, temos um personagem notável, chamado Saturnin (interpretado por Serge Riaboukine), um paciente silencioso e apático, sujeito a crises violentas, e um desafio: Emile precisa fazer ele falar em três meses, apesar do implacável diagnóstico de idiotice colocado pelo professor Leuret, assim Emile o desafia.

Descrevendo estas duas escolas de pensamento opostas, A Clínica do Dr. Blanche revela os segredos de uma era na qual a fundação da psicanálise foi concebida antes da revolução Freudiana. Desfrutamos então em uma viagem para descobrir o fascinante mundo do conhecimento.

Dirigido por Sarah Levy, conhecemos aqui os dois melhores psiquiatras europeus da história. Assisti ao filme no Amazon Prime Video. Tenho buscado ver filmes de outros países, e essa história me chamou bastante atenção. Gostei da trama. Apesar de ser um filme feito exclusivamente para a TV, é rápido e objetivo. Gostei também das atuações, principalmente de Stanley Weber no papel de Emile Blanche. Recomendo para quem curte o gênero!
SHARE:

Nenhum comentário

Postar um comentário

Blog Layout Designed by pipdig