Para Ler, Ver e Ouvir!

quarta-feira, 31 de julho de 2019

Filme #131 – Lado a Lado (Stepmom, 1998)

Elas são rivais no amor. E cúmplices na maternidade.

Divorciado, Luke pretende casar com a bela fotógrafa de moda, Isabel. Mas os filhos e a ex-mulher Jackie não aceitam. Ao descobrir que está gravemente doente, Jackie percebe que precisa reconstruir uma família para as crianças e acabar com as diferenças.

Assisti ''Lado a Lado'' na Sessão da Tarde há muitos anos, foi um dia da semana que faltei uma aula e acabei assistindo o filme. Gostei muito e assisti mais algumas vezes em outras oportunidades.

Lado a Lado (Stepmom, 1998)

Com direção de Chris Columbus (um dos meus diretores favoritos, que já dirigiu também Home Alone e Harry Potter) e lançado em 1998. O filme começa com muita tensão familiar, uma adolescente de doze anos, Anna (interpretada por Jena Malone) e um garoto de sete, Ben (interpretado por Liam Aiken), filhos de pais separados, não aceitam a nova namorada de seu pai Luke (interpretado por Ed Harris), a bela e renomada fotógrafa Isabel (interpretada por Julia Roberts). O garoto ainda tolera a situação, mas a adolescente não se conforma com a separação e com fato de seu pai e a namorada viverem juntos, pois isto significa que as chances de reconciliação de seus pais se tornam quase nulas. Por sua vez, a mãe das crianças Jackie (interpretada por Susan Sarandon) ainda alimenta esta briga, fazendo o gênero "mãe perfeita". A fotógrafa faz de tudo para agradar as crianças, chegando ao ponto de dar tanta atenção aos enteados que acaba perdendo o emprego, pois deixou de ser a profissional competente que era. Até que uma notícia inesperada muda completamente a relação entre os familiares.

Tudo muda quando Jackie descobre que está doente e passa a enxergar Isabel com outros olhos, não mais como “rival”. Ela percebe, e faz os filhos perceberem, que Isabel não quer roubar sua função, muito pelo contrário, pode se tornar uma amiga. Deixando de lado a ideia de que a nova companheira de seu ex-marido não seja boa o suficiente para seus filhos, Jackie confia que futuramente, quando ela não estiver mais presente devido à doença, Isabel possa desempenhar um papel importante na vida de seus filhos. Isabel, por sua vez, mostra que está disposta a fazer tudo pela nova família e que pode sim amar Ben e Anna como uma mãe. O filme é uma história de superação, amizade, família e, principalmente, amor de mãe. Uma das minhas cenas memoráveis do filme é quando Jackie, fica cantando Ain’t no moutain high enough com os filhos. Um misto de alegria e tristeza. Assistimos o quanto é triste para essa mãe ser obrigada a deixar seus filhos aos cuidados de uma 'estranha' e não poder participar do crescimento das crianças.

É uma história simples, mas real sobre a vida e as surpresas que o destino prepara para as pessoas. A mensagem que "Lado a Lado" nos passa é que devemos aproveitar cada momento ao lado de quem amamos, pois nunca sabemos o que vai acontecer no dia seguinte. Um dos melhores filme do diretor Chris Columbus. Enfim, um filme muito bonito, muito bem feito e bem escrito que fez bastante sucesso com merecimento. Enfim, vale a pena assistir e se emocionar. Recomendo!
SHARE:

Nenhum comentário

Postar um comentário

Blog Layout Designed by pipdig