Para Ler, Ver e Ouvir!

quarta-feira, 31 de julho de 2019

Filme #128 – Segundas Intenções (Cruel Intentions, 1999)

No jogo da sedução só há uma regra: não se apaixone.

Sebastian Valmont vive se vangloriando de suas conquistas. Sua meia-irmã Kathryn então o desafia a seduzir a filha virgem da nova diretora da escola. Sebastian põe então seu plano em ação. Mas não contava se apaixonar.

Segundas Intenções (Cruel Intentions, 1999)

Lançado em 1999, com direção de Roger Kumble. No filme, Ryan Phillippe e Sarah Michelle Gellar interpretam um casal de meio-irmãos que, juntos, sorrateiramente controlam a vida social de muitos de seus colegas na escola preparatória de Nova York. Sebastian (interpretado por Ryan Phillippe) se vê como uma espécie de Don Juan, que sempre consegue suas mulheres (ou melhor, todas as mulheres); enquanto Kathryn (Gellar) gosta de se vingar de ex-parceiros íntimos e brincar com os novos calouros de seu meio. Um dia, o desejo de Sebastian acaba de explodir justamente para cima de Kathryn que seria, teoricamente, a única menina na cidade que ele não poderia ter. Então, em meio à toda excitação, os irmãos fazem um aposta: se Sebastian conseguisse seduzir a filha do novo diretor de sua escola (interpretada por Reese Witherspoon), que havia até mesmo produzido uma matéria intitulada “Porque eu pretendo esperar até o dia do casamento”, ele poderia ter a irmã, do jeito que quisesse! Caso Sebastian não conseguisse completar seu objetivo, Kathryn ficaria com seu carro, lindo e caro, diga-se de passagem. As apostas são altas mas, para Sebastian, o pagamento é irresistível e, antes que o verão termine, ninguém escapará ileso de seu jogo de gato e rato… até que um deles seja atingido pela mais inesperada sensação de todas: o amor.

Como diz o próprio subtítulo do filme: “No jogo da sedução só há uma regra: não se apaixone.”. Isso retrata bem o que é o filme, um jogo de sedução manipulado pelo par de irmãos. Claro, não poderíamos deixar de comentar também sobre a cena que mais chamou atenção do público na película. O beijo lésbico entre Sarah Michelle Gellar e Selma Blair (que interpreta a personagem Cecile). Cena marcante do filme que foi referenciada várias vezes em outras produções.

Deixei o melhor para o final. Digo e confirmo: a melhor coisa do filme é a trilha. Destaque para ''Bitter Sweet Symphony'' da banda The Verve. Com certeza, a melhor música da trilha. Quem já assistiu ao filme deve lembrar, é a canção que encerra. A música é show de bola, especialmente a introdução com violinos.

Enfim, Segundas Intenções é um filme que traz um misto de humor e sarcasmo, o que acaba deixando a trama muito mais suave, é ótimo para aqueles dias que você não está fazendo nada, um domingão, por exemplo. Para quem viu, vale a pena ver de novo e quem ainda não viu, assista, vai gostar muito, afinal, quem não gosta de ver um vilão se dando mal? hein? Fica a recomendação.
SHARE:

Nenhum comentário

Postar um comentário

Blog Layout Designed by pipdig