Para Ler, Ver e Ouvir!

quarta-feira, 17 de julho de 2019

25 Séries Memoráveis da Nickelodeon Brasil

Hey hey... olha aqui mais uma listinha de séries que pude assistir quando era mais novo. Podem julgar, eu fui uma criança que assisti muuuuita TV. Eu devorava horas e horas frente a TV, apesar de minha mãe brigar muito comigo por causa disso (hehehe). Agora chegou a vez do canal Nickelodeon (nick, nick, nick, nick... nickelodeon. Captou?). Sim, eu cresci assistindo a programação do canal na década de 2000. Talvez tenha descoberto ele entre 2000 e 2001 quando tive acesso a TV paga. Muitas dessas séries da lista foram produzidas e exibidas nos anos 90, mas eu consegui pegar as reprises desses programas.

Ilustração: OPlanetaAlternativo.com
Tem tantos anos que eu assisti esses programas que eu precisei ativar a memória, mas vendo algumas cenas e personagens parece que foi ontem que eu estava lá assistindo no quarto dos meus pais. Era uma época que em vez de procurar entretenimento na internet, bastava ligar a televisão, se sentar todos os dias no mesmo horário e sintonizar no mesmo canal para assistir às nossas séries favoritas. Muitas delas permaneceram na minha memória, tanto que até hoje posso até repetir algumas piadas e relembrar algumas cenas. Mas há também outras séries, aquelas que vimos uma vez ou que talvez saibamos completas, mas por algum não nos lembramos tão claramente como outras. Eu criança achava a programação da Nick assim como da Discovery Kids (antes de virar pré-escolar) muito bem parecida. Ambas apresentavam séries interessantes e comédias legais, além de desenhos super divertidos. Inclusive já falei dos Nicktoons favoritos (aqui). 

Bem, então vamos lá!

1. Kenan e Kel

Kenan e Kel
Quem gosta de refrigerante de laranja? KEL GOSTA DE REFRIGERANTE DE LARANJA! ''Kenan e Kel'' foi estrelado por Kenan Thompson e Kel Mitchell. Eles eram da série ''All That'' também da Nickelodeon, porém eu não lembro de assistir essa série. Kenan e Kel era um dos melhores programas de comédia da antiga Nickelodeon, trazendo uma dupla de amigos extremamente engraçados, quase uma versão humana de Pinky e Cérebro.

A série era divertida e realmente tinha graça, fazia jus ao gênero comédia. Kenan e Kel estavam sempre tramando alguma coisa. Kenan acreditava que ele podia conseguir o que quisesse, desde que tivesse duas coisas: seu amigo Kel e algum plano mirabolante! Infelizmente, essa combinação letal geralmente significava problemas para os dois. 

Sem dúvidas, uma das minhas favoritas e que merece ser a primeira citada aqui. Nos últimos anos a Nickelodeon até chegou a exibir a série dentro do ''Nick at Nite''. Além de ter rodado na maioria dos canais abertos da TV brasileira. Vale a pena acompanhar as trapalhadas desses dois!

Dan Schneider (grave esse nome, você vai ler ele mais vez aqui nesse post) foi o produtor da série assim como de outras que você vai ler aqui.

2. Drake e Josh

Drake & Josh
Outra série com dois caras muito loucos. Drake e Josh estudam na mesma classe, mas não têm nada em comum. Imagine a reação deles quando descobrem que vão dividir o mesmo quarto! Drake Parker (interpretado por Drake Bell) e Josh Nichols (interpretado por Josh Peck) são dois adolescentes que vivem em San Diego, Califórnia. Eles estudam na mesma escola, e nunca se falaram muito, mas quando a mãe de Drake, Audrey Parker (Nancy Sullivan), e o pai de Josh, Walter Nichols (Jonathan Goldstein), decidem se casar, eles terão que se tornar meio-irmãos.

Drake é um descontraído, com sorte, menino preguiçoso, popular e atraente adolescente que toca guitarra e se lida facilmente com as meninas. Enquanto Josh é diligente, adolescente, azarado, sarcástico que constantemente é alimentado pelo comportamento malicioso de seu irmão Drake. Ambos os irmãos são muitas vezes torturados por sua pequena irmã má, Megan Parker (interpretada por Miranda Cosgrove, de iCarly), que muitas vezes é pega pelos seus pais abraçando ou beijando Drake e Josh, fazendo com que eles achem que ela é um "anjinho", que ama seus irmãos.

Ao longo da série, Drake e Josh passam por muitos conflitos, desventuras e infortúnios. Os conflitos são principalmente sociais, muitas vezes, lidar com o relacionamento entre os dois irmãos, enquanto os outros temas são escola, trabalho, namoro, e as coisas que sua irmã Megan faz. Eles nunca se dão bem, sempre ficam de castigo enquanto a irmã deles sai na melhor.

Uma das melhores da Nick, até pouco tempo atrás seguia em reprise. A série foi um verdadeiro sucesso e eu até gosto muito!

3. Clarissa Sabe Tudo
(Clarissa Explains It All)

Clarissa Sabe Tudo
Quando você pensa em todas as coisas ridículas que você tem que tolerar na escola, em encontros e até mesmo em sua própria família, não é de admirar que você nem sempre saiba como lidar com tudo de uma só vez. Felizmente, há Clarissa. Clarissa é uma estudante do ensino médio que tem que lidar com um par de pais ex-hippies e um irmão mais novo desagradável chamado Ferguson. E um amigo que sempre entra na casa dela pela janela. E junto com sua melhor amiga Sam, Clarissa de alguma forma consegue manter sua sanidade através de tudo isso - assim como seu senso de humor, seu olho para a moda e seu talento para dar sentido à vida.

Lembro que comecei a ver Clarissa pois achava bem diferente de outras atrações, ela basicamente conversava com a câmera e falava sobre sua vida, seus amigos, sua escola, e sua família. E também por conta da atriz Melissa Joan Hart, eu já conhecia ela de Sabrina (apesar de que ela já estava mais velha nessa série). A série também chegou a ser exibida na Band dentro do bloco ''Pick Nick Band'', nesse período eu fiquei sem tv paga em casa e pude acompanhar alguns desses clássicos na Band.


4. Sabrina, A Feiticeira
(Sabrina, the teenage Witch)

Sabrina, A Feitceira
Sabrina (interpretada por Melissa Joan Hart) era uma adolescente normal até que, ao completar 16 anos, descobriu que era herdeira de um poder muito especial: Magia! Enquanto passa por um aprendizado para saber como usar seus poderes e como levar a vida em uma nova cidade, com novos amigos em sua nova escola, Sabrina vive se metendo nas maiores confusões. Ainda bem que as tias Hilda e Zelda, duas feiticeiras experientes, estão sempre por perto para dar uma providencial ajuda. Alem das tias, Sabrina pode contar também com a ajuda de Harvey, seu namorado, que apesar de não saber dos tais poderes, já a salvou de muitas aventuras no "outro plano", lugar que as bruxas vão através do armário de toalhas. Uma figurinha que faz parte do seriado é o gato das tias de Sabrina. Salem era um bruxo mas tentou dominar o mundo e foi pego e condenado a passar 100 anos como um gato. Ele é engraçado e esperto. Está sempre querendo passar a perna nas pessoas. É meio covarde mas no fundo ele é um gato do bem.

Confesso que sempre me diverti com o irreverente Salém. Entre a amargura aparente em suas piadinhas sarcásticas, uma ou outra latinha de atum e um cochilo em sua almofadinha, ele ajuda Sabrina a se meter em encrencas e, de vez em quando, a escapar delas também.

Sabrina e o gato Salém em cena
As primeiras temporadas focaram nas aventuras da protagonista em se equilibrar entre os dois mundos, com seus dramas adolescentes de uma aluna bruxa no colegial. Nas últimas temporadas, ela vai para faculdade, se forma, começa a trabalhar conquistando sua independência. Novos personagens são inseridos e antigos saem de cena, como a tia Zelda. Particularmente acho que as últimas temporadas foram as melhores, talvez pelo fato de ter acompanhado mais elas na época.

O sitcom obteve bastante popularidade, rendeu 7 temporadas até 2003. Ao longo dos anos, contou com participações de diversas celebridades como Backstreet Boys, Britney Spears, Avril Lavigne, entre outros.

5. As Patricinhas
(Clueless)

As Patricinhas
Outro seriado pseudo adolescente que ia ao ar Nickelodeon. A série mostra as paixões e aventuras de Cher Horowitz (interpretada por outra atriz, Rachel Blachard), uma descolada (e complicada!) patricinha que adora ir ao shopping, fazer muitas compras e frequentar festas badaladas. Além dela, sua amiga Dionne Davenport e a exagerada Amber Mariens fazem parte do grupo das garotas populares do colégio.

Eu assistia a série, apesar de que eu preferia a Alicia Silverstone no papel de Cher - ela fez o filme com o mesmo título, mas no seriado quem fazia esse papel era a Rachel Blanchard, que também era muito linda. Já falei da série aqui em outras listas.

Eu até tinha esquecido dela totalmente, anos depois que fui assistir no Sony Spin (legendado) e pensei: ''pera aí, eu lembro dessa série'' hahaha.

6. Irmã ao Quadrado
(Sister, Sister)

Irmão Ao Quadrado
Depois de se conhecerem e serem confundidas em loja de roupa, Tia e Tamera (interpretadas por Tia & Tamera Mowry) reúnem-se sem conhecer a existência de cada uma anteriormente, acompanhadas pelos seus pais adotivos (ambos solteiros). As meninas decidem morar juntas para criar uma família, embora tanto a mãe de Tia quanto o pai de Tamera não concordem, porque são tão opostos quanto água e óleo. Depois de se mudar para sua nova casa, eles conhecem Roger, um vizinho que é completamente obcecado por elas e se torna uma tarefa difícil mantê-lo fora de casa.

Vi poucos episódios, mas até que era divertida. Anos depois pudemos ver essas duas gêmeas em outras inúmeras atrações, né? Aquele filme por exemplo que as duas interpretam duas bruxinhas. 

7. Zoey 101

Zoey 101
Zoey 101 foi uma série de televisão, uma mistura de comédia e drama juvenil, criado por Dan Schneider (olha ele aqui novamente). Zoey (interpretada por Jamie Lynn Spears) é uma das primeiras garotas a estudar em uma escola que até pouco tempo era só para garotos: a PCA (Pacific Coast Academy). Seu irmão mais novo, Dustin, também estuda na PCA. Zoey tem colegas de quarto que são completamente opostas. Dana é dura e fechada. Nicole é louca por garotos e é relaxada. A galera de Zoey tem jovem de todos os tipos. Um de seus melhores amigos é Chase, que secretamente tem uma "quedinha" por Zoey, mas é muito tímido para falar sobre isso. Seu colega de quarto e melhor amigo é Michael. O colega de quarto de Chase e Michael, é Logan, que é super alto-confiante e rico. Quinn é uma gênia da ciência e é muito leal à Zoey.

Ajustar-se a uma escola nova já é bastante difícil, mas ir para um colégio interno e viver por conta própria, com treze anos, pode ser uma loucura. A série foi um grande sucesso, tanto é que a série recebeu uma indicação ao prêmio Emmy, em 2005, na categoria “Outstanding Children´s Program”. Com o decorrer das temporadas novos acontecimentos passam a ter lugar, até o encerramento da série em 2008, não por baixa audiência, mas sim por causa da gravidez da atriz principal da série, Jamie Lynn Spears. O seriado também contou com a participação de diversas celebridades convidadas como Drake Bell, Chris Warren Jr., Patrick Bristow, Miranda Cosgrove e Alyson Stoner, entre outros.

Foi uma das minhas favoritas, pois saiu daquela atmosfera de comédia pastelão da Nickelodeon com aqueles risos de fundo, sabe? Uma época que eu ja estava crescendo e procurava assistir algo mais pra minha idade (na época). 

8. Os Arquivos de Shelby Woo
(The Mystery Files of Shelby Woo)

Os Arquivos de Shelby Woo
Esqueça Nancy Drew, pelo menos por enquanto. Shelby Woo está na area! Ela era a solucionadora de mistérios que você precisava acompanhar. Esta série criminalmente subestimada também seguiu as façanhas da detetive adolescente Shelby (interpretada por Irene Ng), que resolveu mistérios com a ajuda de seu avô e amigos.

Ok, talvez resolver mistérios não seja realmente seu trabalho - tecnicamente, ela é uma assistente especial da polícia, que é um nome oficial para um aprendiz. Então, e se ela tiver apenas 17 anos e continuar sendo reclamada por se envolver? Se os mistérios continuassem caindo no seu colo, você não iria querer resolvê-los? Quando não estava envolvida com suas tarefas usuais, Shelby fazia estágio na delegacia de polícia local e acabava se envolvendo em investigações criminais e solucionando altos mistérios. Era uma série deliciosa que juntava aquele clima de “mistério jovem” com uma ambientação típica dos anos 1990. 

Pois é. Shelby Woo instigava a sermos curiosos e solucionar o mistério de cada episódio. Era bem legal. Eu lembro de acompanhar as vezes nas noites, enquanto esperava meus pais chegarem.

Curiosidade: o avô de Shelby foi interpretado por Pat Morita (1932-2005), também conhecido como Mr. Miyagi da franquia Karate Kid.

9. Lendas do Templo Perdido
(Legends of the Hidden Temple)

A competição ''Lendas do Templo Perdido''
Um gameshow que era um competição de equipes ambientada num cenário todo mitológico, uma coisa selvagem, antiga, enfim, super exótica, nem sei explicar... Com crianças competindo em provas de agilidade e conhecimento, para ver quem visitava a grande estátua asteca Olmec. As equipes tinham nomes engraçados (Macacos verdes, Cobras prateadas, e por aí vai) e as provas eram bem mirabolantes... Com certeza foi o sonho de muita criança participar da competição da Nickelodeon! Você queria ser do time das Barracudas Azuis, dos Macacos Verdes ou das Iguanas Laranjas?

Comecei a assistir um episódio e outro e fiquei empolgado com a competição. Sempre que podia via um episódio ou outro. Em 2017 o gameshow ganhou um telefilme pela própria Nickelodeon, mas ainda não conferi. Vou procurar pra baixar e assistir (haha).

10. S Club 7

S Club Seven
Seriado que passava na Nickelodeon (assisti por volta de 2002) sobre uma banda (realmente de verdade!), mas com situações ficcionais (claro). Os cantores interpretavam eles mesmos e passavam por várias situações cômicas, e sempre havia clipes musicais com aquele pop despretensioso.

Para quem não conhece, S Club 7 foi um grupo pop criado pelo ex-empresário das Spice Girls, Simon Fuller, composto pelos integrantes Jo O'Meara, Bradley McIntosh, Jon Lee, Rachel Stevens, Paul Cattermole, Tina Barrett e Hannah Spearritt. A banda foi formada em 1998 e ficou rapidamente conhecida após estrelar sua própria série de TV na BBC, Miami 7, em 1999.

Descobri a série zapeando mesmo e esperando algum desenho da Nick começar, enquanto isso rodava um videoclipe deles e eu até que acabei curtindo o som da banda. A época em que os grupos assim ainda estavam em alta. Eu até que curti essa série mesmo que hoje seja muito desatualizada. No entanto, a música ainda está lá, bom humor também.

11. Taina

Taina
Série de comédia que foi ao ar lá por 2002, contava a história de Taina Morales (interpretada por Christina Vidal) que gostaria de ser famosa. Acho que Taina foi uma das primeiras séries da Nick baseados em música. Cada episódio apresentava um elaborado devaneio de Taina. Todas as adolescentes desejam ou desejaram em algum momento ter fama. Mas para Taina Morales, o sonho estava mais perto do que se imaginava, somente um quarteirão da Escola de Artes de Manhattan, onde ela e sua melhor amiga, Renee, estudam. Em toda a cidade grande, como Nova York, é difícil de se destacar na multidão, mas Taina consegue a façanha, por ser latina, com uma voz poderosa, um talento especial para danças rítmicas e uma imaginação muito ativa.

Taina sempre soube que seria famosa, desde os três anos de idade. Até mesmo a sua família já tinha um pressentimento que ela seria destinada para o sucesso. Mas para isso, ela já percebeu que o caminho da fama não é fácil, envolve algumas decepções e muitos erros a serem cometidos. Felizmente, sua família, de raízes e valores porto-riquenhos; está sempre ao seu lado, apoiando e auxiliando tudo o que Taina venha a precisar. Quando ela se sente desmotivada e cheia de dúvidas do seu próprio sucesso, sua família sempre a ampara, característica do filme.

A Nickelodeon divulgava muito a série ao longo da programação. Me peguei vendo a série em uma zapeada. Tenho uma breve lembrança, acompanhei apenas alguns episódios. A série teve duas temporadas somente e teve a participação de vários famosos, entre eles Kelly Rowland, Shakira, 3LW, Nick Cannon, Joe e Jaci Velasquez (que eu gosto muito).

12. Primo Skeeter
(Cousin Skeeter)

Primo Skeeter
Foi estrelado por Robert Ri'chard como Bobby, um menino cuja vida mudou quando seu primo estranho Skeeter veio morar com sua família. Skeeter é um temerário, DJ, artista de rap, personal trainer e agente secreto, tudo em um. E ele está se mudando para Nova York para morar com Bobby e seus pais. Skeeter é como a fada madrinha pessoal de Bobby, e ele tem um plano de como consertar todos os problemas de Bobby. De vez em quando seus planos até funcionam. Outras vezes, bem, Bobby vai desejar que ele nunca tenha conhecido seu primo Skeeter.

Era divertido e o interessante dessa série é que os produtores foram Mike Tollin e Brian Robbins (os mesmos de Kenan e Kel e Smallville), fato que eu desconhecia completamente.

13. As Aventuras de Pete e Pete
(The Adventures of Pete & Pete)

As Aventuras de Pete & Pete
Série dos anos 90 e que mostrava a rotina bem humorada e surreal de dois irmãos chamados Pete. A série se concentra nos irmão "Pete", onde temos o Pete Wrigley mais velho (interpretado por Michael Maronna) que é o narrandor da série e tenta agir como a voz da razão em contraste com os estranhos acontecimentos da série.

O Pete mais jovem (interpretado por Danny Tamberelli) é quatro anos mais novo que seu irmão, por várias vezes encrenca-se por tentar se igualar aos mais velhos.

Os meninos viviam em um bairro suburbano em Wellsville, E.U.A., habitado exclusivamente por pessoas estranhas, excêntricos, desajustados, e paranormais. O pai dos irmãos Don (Hardy Rawls) aparentemente não tinha mais nada para fazer na vida do que manter seu gramado impecável; a mãe Joyce (Judy Grafe) Tem uma placa de metal na cabeça por causa de um acidente de infância; pode receber sinais de estações de rádio.

As Aventuras de Pete & Pete foi criado por Will McRobb e Chris Viscardi e começou como uma série de curtas de um minuto em 1990 a ir ao ar entre os programas normais. Com o sucesso das curtas, cinco especiais de meia-hora foram produzidos, e, depois, uma série de episódios de meia-hora que seguiu por três temporadas (de 1993 e 1996) e continuou a ser reprisada até 1998. A série foi uma das poucas a ser filmado inteiramente em locações na exótico e sedutora Nova Jersey.

14. Manual de Sobrevivência Escolar do Ned
(Ned's Declassified School Survival Guide)

Manual Escolar do Ned
A série mostra a vida de Ned Bigby (interpretado por Devon Werkheiser) e seus amigos Cookie e Moze em suas aventuras malucas na escola de James K. Polk Middle School. Ned usa um manual do qual dá dicas para sobreviver aos desafios encontrados na escola como os valentões, os professores malucos e as comidas servidas na cantina. Ao mesmo tempo que dá dicas Ned, Cookie e Moze entram em várias confusões.

Ned é conhecido na escola inteira pelos seus conselhos aos seus amigos e também para os espectadores sobre diferentes temas e situações que ocorrem no dia-a-dia na escola, nos clubes, com os professores, namoradas, amizades, entre outras. Os melhores amigos de Ned são Jennifer Ann Mosely, conhecida apenas por “Moze” e Simon Nelson Cook ou somente “Cookie”.

Ned é uma vítima de muitas circunstâncias próprias da adolescência e é retratado como um garoto normal. E eu curtia muito as dicas do Ned, apesar de que a escola americana é bem diferente da escola brasileira, mas o comportamento dos alunos se assimilava com o nosso. Tinha um humor bem diferente e que poderia ser acompanhado tanto por crianças como os mais jovens. Vale a pena!

15. Normal Demais
(Unfabulous)

Normal Demais
O programa conta a vida de Addie Singer (interpretada por Emma Roberts), uma garota adolescente que está no ginásio e por meio de músicas conta a história do seu dia-a-dia.

Addie faz letras de músicas que refletem seus pensamentos e sentimentos, suas conquistas e decepções nessa fase tão conturbada que é a passagem da infância para a adolescência. Ela não almeja coisas refinadas, na verdade ela só quer passar de ano. Addie não deseja ser famosa, tudo que ela quer é que Jake Behari (o ''crush'' da Addie) saiba seu nome.

Cada episódio da série começa com algum incidente constrangedor para Addie. Em seguida, a história volta atrás no tempo para explicar como ela foi parar naquela situação embaraçosa. 

Assisti a série por volta de 2007 aí esqueci dela totalmente rsrs, apesar de ter gostado da Emma Roberts. Em 2012 a Nick começou a exibir dentro do bloco ''Nick at Nite'' e aí comecei a assistir quase todas as madrugadas (bons tempos!).

16. True Jackson V.P.

True Jackson VP
Acho que foi a última série da Nick que eu realmente assisti. True Jackson V.P.! Me divertia bastante com as trapalhadas dela lá na empresa que ela começou a trabalhar como V.P. (vice presidente). 

True Jackson (interpretada por Keke Palmer) vendia sanduíches na porta do prédio de uma famosa empresa de roupas, a MadStyle junto com seu amigo Ryan (Matt Shively). Enquanto ela vendia os sanduíches, foi descoberta por Max Madigan (Greg Proops) que se encantou com a roupa de True, pois era uma das roupas que estava em seu projeto. Então Max contrata True para ser a vice-presidente da empresa, True aceita e chama sua melhor amiga Lulu Jonhson (Ashley Argota) para ser sua secretária. 

Lulu e Ryan fazem a maior a bagunça na empresa, fazendo True o alvo das criticas de Amanda (Danielle Bisutti) que tem inveja de True por suas ideias serem bem sucedidas. Mas no final Amanda sempre sai na pior. Enquanto True trabalha na MadStyle ela se apaixona por Jimmy Madigan (Robbie Amell), sobrinho de Max, ele é o entregador de cartas da empresa. Os dois tem uma queda um pelo outro, mas não admitem isso. O recepcionista da MadStyle, Oscar (Ron Butler) é exagerado nas suas piadas e sempre ajuda True, Lulu e Ryan a se livrar de confusões.

Assisti muito por volta de 2012 e gostava demais. Como disse, foi talvez foi uma das últimas séries da Nick que eu realmente acompanhei.

17. Galidor: Guerreiros de Outra Dimensão
(Galidor: Defenders of the Outer Dimension)

Galidor: Guerreiros de Outra Dimensão
Série que assisti por volta de 2003 nos sábados da Nick. Sábado era o dia de passar o dia em frente a TV literalmente. Acompanhei as aventuras de Nicholas e Allegra os protagonistas da série "Galidor: Guerreiros de Outra Dimensão". 

Nicholas Bluetooth é um adolescente normal, criado pelo avô paterno desde que era bebê. Mas quando faz 15 anos, Nick vê sua vida mudar ao receber de presente um misterioso mapa futurista. Junto com sua melhor amiga Allegra Zane, ele é conduzido até uma caverna, onde encontra uma nave que os transportam para a "Outra Dimensão". 

Neste novo mundo, Nick descobre possuir poderes especiais. Ele e Allegra exploram a nova dimensão e descobrem que precisarão destes poderes para se defender do malvado Gorm, ex-conselheiro político da rainha Riana. Ele traiu a rainha, roubou seu poder e escravizou os moradores da Outra Dimensão. 

Para complicar ainda mais, Gorm prendeu a rainha Riana no reino de Galidor. Apenas o mapa que Nicholas possui pode localizar os fragmentos da chave para libertar Riana.

A sorte de Nick e Allegra é que eles contam com a ajuda dos três companheiros Troika, que também são inimigos de Gorm: Jens, ex-conselheiro da Corte Real, Nepol, ex-guerrilheiro do reino gelado de Elta-Siktar, e o sapo Eurípides, ex-filósofo da corte de Galidor. Todos eles têm contas a acertar com Gorm. A busca de Nick, Allegra e Os Troika pelos fragmentos da chave perdida garate muita emoção! 

A série é bem desconhecida, mas vale a recordação aqui na lista.

18. Alexandra, Princesa do Rock
(The Elephant Princess)

Alexandra, Princesa do Rock
A série conta a história de Alexandra Wilson (interpretada por Emily Robins), uma garota que ama escrever músicas e participa de uma banda de rock na escola.

A vida de Alexandra é bastante normal, até que um dia um homem estranho aparece na porta de sua casa vestindo uma roupa estranha e ao lado de um elefante. A garota descobre então que, na verdade, é uma princesa do reino mágico chamado Manjipoor. Agora, ela tem que aprender a lidar com seus poderes mágicos que estão começando a desabrochar e tomar uma decisão que pode alterar toda a sua vida: continuar a ser uma simples garota do subúrbio, com aspirações à música, ou abandonar tudo para viver no mundo da magia. Junto com seus melhores amigos, Amanda (Maddy Tyers) e JB (Sebastian Gregory) ela vai viver as mais loucas aventuras usando magia.

Assisti por volta de 2009 e algumas reprises. Se não me engano em 2012 a série foi exibida dentro do ''Nick at Nite'' pois eu acompanhava Kenan e Kel nessa época e a série vinha depois e eu acabava assistindo também até pegar no sono.

19. Animorphs

Animorphs
Bem, essa série eu decidi incluir na lista apesar de ter visto pouquíssimos episódios, se não me engano eu cheguei a ver uns 2 episódios devido uma zapeada. E acredito que poucos lembram. Não foi muito longa, mas tinha sua cota cativa de fãs. O horário que ia ao ar eu geralmente assistia atrações de outros canais infantis e lembro que eu achava parecida um pouco com os Power Rangers.

A premissa é bem interessante. Eles podem parecer crianças normais, mas não são - eles são os Animorphs e esta é a história deles. 

''Você vê, nós estávamos todos saindo no fliperama quando, de repente, o cachorro de Jake, Homer, decolou. No momento em que nos encontramos com ele, o céu escureceu e esta espaço nave pousou bem na nossa frente. Um alienígena moribundo, um andaluz, tropeçou e nos contou sobre esses alienígenas malignos, chamados Yeerks, que estão tentando dominar o universo, rastejando no cérebro dos humanos e transformando-os em controladores. Antes da morte do Andalite, ele nos dava um poder - a capacidade de se transformar em qualquer animal apenas tocando-o e adquirindo seu DNA. Mas os Yeerks estão em nós - o navio deles pousou depois dos Andalite, e eles sabem que algumas crianças estavam lá, eles simplesmente não sabem quem somos.''

Foi baseada em uma série de livros de mesmo nome de autoria de Katherine Applegate e seu marido Michael Grant, escrevendo juntos sob o nome K. A. Applegate e publicado pela Scholastic, onde seis jovens podiam se transformar nos animais que tocassem. Vale a pena incluir ela aqui para relembrar. 

20. Clube do Terror
(Are You Afraid of the Dark?)

Clube do Terror
Agora uma das minhas favoritas e que merece um post só dela aqui no blog, ''Clube do Terror''. A cada semana, as emoções e os arrepios começam quando um grupo de crianças chamado Sociedade da Meia-Noite se reúne em torno de uma fogueira na floresta para compartilhar histórias arrepiantes repletas de mistério e suspense. Como cada conto assustador é contado, somos transportados para a história enquanto a ação se desenrola. Mas cuidado! A cada temporada de "Are You Afraid of the Dark?" a série fica mais o mais assustador ... mais esquisito ... mais diabolicamente assustador de todos (para nós crianças na época né? hahaha) Caramba! Apenas escrevendo sobre isso nos dá arrepios! (hahaha) como era bom ser criança. Porque isso realmente me dava medo, mas eu estava lá sempre acompanhando.

Mas, deixa eu explicar direito: A história gira em torno de um grupo de adolescentes autodenominados "Midnight Society" ("Sociedade da Meia-Noite"), que se juntam para contar várias histórias de terror. A cada semana, num local secreto na floresta, um membro conta uma história de terror ao grupo, a qual é mostrada ao telespectador, entre a chegada do grupo ao local e a sua partida.

Cada narrador começa a sua história dizendo "Submitted for the approval of the Midnight Society, I call this story…" ("Submetida à aprovação da Sociedade da Meia-noite, chamo a esta história…"), momento no qual atiram pedaços de cortiça para a fogueira, aumentando a intensidade das chamas e produzindo um estranho e assustador fumo branco. O contador anuncia então o título da história: "The Tale of…" ("O Conto do…").

Além da Nickelodeon, a série foi exibida por anos pela Rede Record. E tenho uma boa notícia: Recentemente a série ganhou um sinal verde para um possível revival. Apesar de que eu já tô velho para assistir, mas vale a pena dá uma olhada.

21. Allen Strange
(The Journey of Allen Strange)

Allen Strange
Se você acha que mudar para uma nova escola é difícil, imagine mudar para um novo PLANETA! A série é sobre como é estranho ser Allen Strange, um alienígena adolescente que entrou em uma nave espacial Xelan e ficou preso na Terra. (Você não odeia quando isso acontece?) E como se estar encalhado não fosse estressante o suficiente, agora ele tem que lidar com a escola da Planeta Terra enquanto ele descobre como voltar para casa. Os novos amigos da terra de Allen, Robbie e Josh, cobrem-no e ajudam-no a procurar um caminho de volta para Xela, e ele mostra-lhes novas maneiras de olhar para o seu próprio planeta. Allen sente muita falta de Xela, mas sair com seus novos amigos faz com que a casa não pareça tão distante.

Outra série criminalmente subestimada, The Journey of Allen Strange. Depois de ficar preso em nosso planeta, Allen fez amizade com a família Stevenson, que ajudou a manter sua identidade em segredo. Lendo essa premissa me lembrou do Alf, né? hahaha Mas a série era uma boa comédia. Assisti poucos episódios, mas lembro que eu curtia.

22. iCarly

iCarly
Outra série que temos Dan Schneider por trás. Simplesmente uma das maiores séries do canal e praticamente a única que passou da quarta temporada. ELA TEVE SETE, S-E-T-E. Com um elenco super talentoso nos papéis da Carly (Miranda Cosgrove), Sam (Jennette McCurdy), Freddie (Nathan Kress), Spencer (Jerry Trainor) e Gibby (Noah Munck), a série fala sobre esses jovens super engraçados e o programa da internet, o ICarly.com. O seriado recebeu diversos prêmios e teve várias participações especiais. 

Na série, Carly e sua melhor amiga Sam se juntam para fazer um programa exibido ao vivo e on line, com ajuda de Freddie (vizinho e apaixonado por Carly) na produção técnica. Pode-se dizer que eles foram os pioneiros nesse assunto de vlog, né? Eles mesmos filmavam, editavam, criavam os quadros e escreviam os roteiros. Eu achava isso bem bacana e até queria fazer com alguns amigos, mas faltava a coragem mesmo rs.

A série gerou um spin-off chamado ''Sam & Cat'' a personagem Sam de iCarly e Cat a personagem de Victorious (Brilhante Victoria, mas eu não assisti). Que por sinal foi bem ruim e eu nem acompanhei direito. Era uma comédia que não fazia rir. 

23. Charlie Brown

Charlie Brown
Um dos meus favoritos até os dias de hoje, pois é aquele típico desenho destinado para todas as idades. Era muito legal a relação de Charlie Brown com seu fiel cachorrinho, o Snoopy, e também com um passarinho descabelado, o Woodstock. Havia outros personagens, que geralmente eram os amigos do Charlie Brown: a Lucy, o Lino (com seu lençol inseparável), a Paty Pimentinha (que pegava muito no pé do ''Minduim''.

A turma de Charlie Brown teve uma passagem também pela Nickelodeon. Foram episóidos com histórias muito divertidas sobre os primeiros romances, lembranças das ultimas férias e os sonhos dos pré-adolescentes mais populares do planeta, as tirinhas do Peanuts. Na animação os destaque ficam por conta de Snoopy, quer quer casar com uma adorável cadelinha, deixando a turma toda preocupada: acham que ele ainda não está preparado para uma experiência tão importante. 

Era um desenho bastante poético, cheio de situações do cotidiano que eram mostradas com muita sensibilidade. Sem mencionar as famosas frases que davam nome aos episódios, sempre destinadas ao Charlie Brown, como se ele estivesse falando consigo mesmo: "Você é um bom homem, Charlie Brown", "Você está apaixonado, Charlie Brown", "É dia da árvore, Charlie Brown!"... E a clássica: "Que puxa!"

24. As Pistas de Blue
(Blue's Clues)

As Pistas de Blue
No programa infantil As Pistas de Blue, o apresentador Steve (interpretado por Steve Burns na fase inicial do programa) possui uma cachorrinha azul de estimação chamada Blue. Junto com ela age num cenário virtual animado, e segue as pegadas deixadas pela cachorrinha Blue. Cada episódio Blue deixa pistas para o amigo humano Steve ajudá-la a desvendar inúmeros desafios. Com a ajuda dos espectadores eles vão descobrindo, através de pistas, aquilo que o animal quer fazer ou o que quer jogar. Trata-se de uma série educativa para crianças dos dois aos cinco anos, onde há informação e aprendizagem de todos os tipos, desde como se prepara uma festa de aniversário, até a preparar a criança para ter um irmão.

Apesar de ser direcionados a crianças menores, meu irmão e eu gostávamos muito de assistir (hahaha, principalmente ele). Era muito bom. A fase inicial com o apresentador Steve Burns foi a melhor. Não acompanho a atração há anos por motivos óbvios, mas vale a menção aqui na lista, pois eu gostava muito.

25. Martin Mystery

Martin Mystery
A série é estrelada por Martin Mystery e sua meia-irmã Diana Lombard. Eles trabalham para a organização secreta "O Centro", a qual misteriosamente protege as pessoas da Terra dos extraterrestres e ameaças sobrenaturais. Mas nem todo mundo que trabalha na organização é humano. O pequeno Billy, de pele verde, é um dos melhores amigos de Martin na organização "O Centro", e infelizmente não acompanha Martin e Diana em seus casos. Quem dá uma força é Java, um homem das cavernas de 200 mil anos, que trabalha na cafeteria da escola, onde Diana e Martin estudam. A menos paciente desta equipe é Diana, ela tem opiniões diferentes de Martin e isso faz o trabalho da dupla tornar-se um tanto hilário em alguns momentos. No entanto, Diana admite que Martin consegue alcançar bons resultados, pois somente ele mantém o seu fascínio em descobrir melecas e outras coisas nocivas, tudo para salvar o mundo e continuar na rotina da escola.

Era bem legal, o Martin era bem engraçado e deixava o desenho bem divertido por isso. Um pouco imaturo e vivia colocando todas as suas energias nas missões antes de pensar no perigo. Por outro lado, tinha a irmã dela no estilo mais racional e séria. Ela traz lógica e inteligência para as missões, no entanto, ela é bem severa com as coisas estranhas e as vezes se estressava com as atitudes de Martin, que garantia muitas risadas para quem acompanhava o desenho.

A série foi produzida pela companhia francesa Marathon Production (que também produziu Três Espiãs Demais) e assim como as outras produções da empresa, Martin Mistery imita o estilo visual da animação Japonesa, sendo considerado um Pseudo-Anime. Curtia muito!

(bônus) 26. Nick at Nite

Nick At Nite
Não poderia deixar de mencionar o saudoso bloco de fim de noite da Nickelodeon: o Nick at Nite. Que eu amava demais. E por isso pretendo fazer um post somente para ele, pois é merecido! Assisti algumas séries de comédia muuuuuuuito antigas, mas que era muito legal de ver e que vale a pena serem relembrados.

Para quem não lembra, eu refresco a memória: A Nick at Nite exibiu sitcoms clássicas dos anos 60, anos 70, anos 80 e anos 90. Inicialmente o slogan do bloco foi Comédias e Comédias, se referindo ao conteúdo de séries de comédia, ou seja, sitcoms. Um das séries foi Um Maluco no Pedaço, Alf O ETeimoso, A Família Addams, entre outros.

-

Chego ao fim da lista. Ufa! Gostei de ter relembrado essas séries, apesar de ter anos que não as acompanho mais. Muitas são raras de se encontrar, por mais que você tente, da até pra encontrar, porém no idioma original da produção. Só que assistir dublado se torna melhor por conta da nostalgia contida nisso tudo. Enfim, que a Nickelodeon é uma das maiores emissoras infanto-juvenil, não se pode negar. Algumas das séries que eu acompanhei na infância que eu mais gostei vieram do canal e com certeza muita gente irá concordar com o que direi agora: A Nick quebrou o esteriótipo de que série infanto-juvenil é feita para “menininhas”. O que quero dizer, é que muitas das séries da emissora não têm meninas como protagonistas, fazendo assim com que os garotos possam se identificar, inclusive agora como adultos. 
SHARE:

2 comentários

  1. Nossa, nem na minha infância, não assistia NENHUM desses hahaha

    clebereldridge.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Tanta nostalgia! Eu adorava ver especialmente "Drake e Josh"!

    ResponderExcluir

Blog Layout Designed by pipdig