Para Ler, Ver e Ouvir!

terça-feira, 23 de abril de 2019

Filme #86 – Corra! (Get Out, 2017)

Chris é jovem negro que está prestes a conhecer a família de sua namorada caucasiana Rose. A princípio, ele acredita que o comportamento excessivamente amoroso por parte da família dela é uma tentativa de lidar com o relacionamento de Rose com um rapaz negro. ''Corra'' é o filme de #86 do blog.

Chris (interpretado por Daniel Kaluuya) é um fotógrafo artístico, afro-americano, órfão de pai e mãe, namora com Rose (interpretada por Allison Williams) – uma jovem de classe média alta e branca. O casal irá viajar para o interior para conhecer os pais da moça, cuja mãe é psiquiatra e o pai neurologista. A pergunta do rapaz tranca a garganta: “Seus pais sabem que sou negro?” Rose responde com tranquilidade, dizendo que não, porque não tem importância, pois eles não são racistas.

Corra!

Na ida no meio do caminho, uma cena chama a atenção: Rose atropela um cervo. Chris demonstra preocupação, porém sua namorada fica indiferente. Um policial chega e pede a carteira de motorista ao rapaz, sendo que não era ele o motorista. Rose demonstra contrariedade, por se tratar obviamente de um caso de racismo. Quando o casal chega à casa dos pais de Rose vemos uma típica família de classe média alta estadunidense. O jardineiro é afro-americano e tem expressões estranhas, assim como a governanta.

Chris começa a desconfiar de que há algo errado com os dois empregados negros. São submissos demais, mas não temos como saber o que acontece. Durante o dia vemos demonstrações de racismo velado em uma festa para os amigos dos pais de Rose. Chris não é tratado como uma pessoa comum, mas como um outro. Fica nítido a diferença que fazem, mesmo quando estão tentando ser simpáticos. Ccom o tempo, Chris percebe que a família esconde algo muito mais perturbador.

Tentando evitar spoilers aqui. Foram poucas vezes que um filme de suspense consegue trazer uma crítica social tão bem construída e explorada em seu roteiro. Me prendeu do início ao fim. As atuações são espetaculares. Mas, não fica só nisso. O objetivo do filme também é tecer uma crítica social em relação ao racismo, principalmente, quando acontece de maneira oculta. Recomendo para quem curte filmes do gênero!
SHARE:

2 comentários

  1. Um excelente filme, muito bem construído. É um terror psicológico interessante.
    Boa semana!

    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
  2. Cá em Portugal chama-se "Foge!". É um filme excelente! Foi uma surpresa muito boa!

    ResponderExcluir

Blog Layout Designed by pipdig