Para Ler, Ver e Ouvir!

sexta-feira, 5 de abril de 2019

Filme #74 – A História de Brooke Ellison (The Brooke Ellison Story, 2004)

Um grave acidente deixa a jovem Brooke Ellison tetraplégica. Mas sua incansável vontade de viver e se superar não só a leva de volta à escola como também à universidade, onde se forma com louvor. Drama biográfico baseado na vida de Brooke Ellison, que ao lado de sua mãe Jeane escreveu um livro em que conta sua história. A História de Brooke Ellison é o filme de #74.

Brooke (interpretada por Lacey Chabert) é uma jovem inteligente que adora o colégio. Tem dois irmãos, um pai e uma mãe que ama muito. Com seus 11 anos, sua irmã mais velha diz que ela deve pegar o ônibus na volta de escola, mas desobedecendo a ordem ela vai a pé com seus colegas, quando acaba sendo atropelada. Quem lhe socorre é seu pai Ed (interpretado por John Slattery). Após ficar em coma, ela irá acordar e descobrir que apesar de viva está tetraplégica, agora sua amorosa mãe Jean (interpretada por Mary Elizabeth Mastrantonio) irá ajudar sua filha a enfrentar as dificuldades.

Com direção do saudoso Christopher ReeveThe Brooke Ellison Story (A História de Brooke Ellison) retrata a superação física de Brooke que por decorrência de um atropelamento, se torna imóvel do pescoço para baixo - tetraplégica aos 11 anos de idade, através de doses de determinação e com a ajuda de sua família (em especial de sua mãe) encontra novas possibilidades de superar condições físicas, barreiras sociais desafiadoras até alcançar na fase adulta a sonhada graduação acadêmica na Universidade de Harvard.

The Brooke Ellison Story (2004)

O que me chamou atenção foi Brooke se agarrando aos estudos como uma tabua de salvação, e sua mãe é quem lhe acompanhou. Enquanto isso, seu pai procurou um meio de conduzir a vida, se preocupando com dinheiro e apoiando a esposa e filha. Falando nisso, amor pelo qual essa mãe teve em cuidar, estar junto na reabilitação, acompanhar, abrir mão do seu próprio “eu”, para viver os longos anos de vida acadêmica dessa filha amada. Isso só Deus paga. Sua mão apoiou nas mais complexas decisões, acreditando nesse potencial que não cansava de estudar. Ao ponto de morar juntas no Campus da Universidade Harvard, não só para se tornar uma cuidadora, mas com o tempo se tornar cúmplice e amiga. Sabemos que, quando um membro familiar adoece, a família sofre junto. Eles sofreram, mas foram fortes o bastante, em não deixar transparecer para filha, a dor do sofrimento. Pelo contrario, encontraram forças e acreditaram que a determinação e a competência intelectual dessa filha, a tornaria um dia uma mestrado e palestrante de grande sucesso.

O filme está completo no Youtube:


Enfim, um telefilme baseado em história real que emociona sem ficar apelando para o sentimentalismo, e passa uma ótima mensagem de luta pela vida e superação. Os méritos que o tornam simples e sensível são a direção do ator Christopher Reeve (1952-2004) - que passava na vida real pela situação delicada de ser tetraplégico. Superação, recomeço e a capacidade de se adaptar levou Brooke Ellison a voar alto. Recomendo a todos!
SHARE:

3 comentários

  1. Admito que nunca tinha ouvido falar deste filme e fiquei com um certo interesse em ver! Vou, então, aproveitar para ver no YouTube. Obrigada pela sugestão, Walter!

    ResponderExcluir
  2. Mais um para juntar à lista dos que quero ver!

    ResponderExcluir
  3. Parece ser um filme com muitos ensinamentos. Eu não conhecia.
    Boa semana!

    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir

Blog Layout Designed by pipdig