10 Atrações da Discovery Kids Brasil Que Deixaram Saudade - O Planeta Alternativo

terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

10 Atrações da Discovery Kids Brasil Que Deixaram Saudade

Mais uma listinha para o blog, dessa vez relembrando séries exibidas no Discovery Kids que fizeram minha infância feliz. Eu costumava acompanhar o Cartoon Network, Fox Kids, Nickelodeon, Disney Channel (na casa de parentes) e Discovery Kids. O DK era o canais mais 'infantil' com desenhos mais leves e séries juvenis. É justamente essas séries juvenis que pretendo relembrar nessa lista de 10 atrações da Discovery Kids (a versão brasileira) que deixaram saudade.  Apesar da galera mais adulta não curtir muito, ou se fingir de intelectual e dizer que não presta, acho super válido fazer um especial mostrando que há sim qualidade nessas séries, apesar de ser destinado para um público mais jovem. Então vamos lá!

O Discovery Kids tinha uma programação bem legal nesta época, com programas que instigavam a imaginação e o raciocínio lógico das crianças. E agora apresento alguns que eu pude acompanhar:

10 Atrações da Discovery Kids Brasil Que Deixaram Saudade

1. O Fantasma Escritor
(Ghostwriter 1992-1995)

Esta série relata as emocionantes e divertidas aventuras de um grupo de curiosos adolescentes, determinados a desvendar os mistérios que surgem na comunidade onde vivem.

Abordou as aventuras de uma turma que resolvia vários mistérios e crimes relativamente simples, porém reais e que para a criança que assistia na época isso era demais, por exemplo: Despejo de lixo tóxico ilegal, ladrões adolescentes que roubavam para jogar arcades, uma locadora acusada de pirataria que tentou dar um golpe no seguro e por aí vai.


A diferença é que eles contavam com a ajuda de uma entidade que dava nome a série, o chamado Fantasma Escritor. Era tudo muito misterioso, pois o fantasma não se lembrava da sua forma humana e nem nada sobre sua vida, mas que fora deduzido que viveu antes de 1900. No decorrer dos episódios foram revelados poderes que caracterizava ele: Ele só podia se comunicar através da escrita, não podia ver ou ouvir nada, apenas ler e mexer nas letras para formar novas palavras; Conseguia sentir os sentimentos e emoções das pessoas e descreve-los; Apenas quem ele queria podia ver suas ações; Podia se comunicar pela internet, como se conversasse com alguém por chat online, e por fim, podia viajar no tempo e, logicamente, pelo espaço.

A série faturou vários prêmios e criticas positivas, pois passava a mensagem de como a leitura podia ser boa, além de lições de honestidade, coragem, justiça, verdade, raciocínio e a mais importante, diversidade racial, já que o grupo era formado por negros, brancos, latinos e uma vietnamita que eu jurava ser chinesa.

2. O Famoso Jett Jackson
(The Famous Jett Jackson 1998-2001)

Um seriado Disney Channel, mas que foi exibido no Brasil pelo Discovery Kids (que coisa, não?).  A série era centrada nas aventuras de um garoto afro-americano chamado Jett Jackson (interpretado por Lee Tompson Young), que também era uma estrela de um espetáculo popular de televisão chamado "Silverstone". Mas, quando ele decide que ele quer ficar mais tempo ao lado de seu pai que é xerife, sua avó e o melhor amigo J.B. (interpretado por Ryan Sommers Baum), todo o show se muda de Los Angeles, para a cidade natal dele, na Carolina do Norte. Porém, sua vida está longe de ser normal. Seu amigo J.B. tem que lidar com a fama cercando o tempo todo o seu amigo e as fãs perseguindo-o.


A abertura do seriado é introduzido por uma narração que diz mais ou menos o seguinte: “Esse sou eu, Jett Jackson. Em meu programa de televisão eu interpreto as ações do super herói Silverstone. Sou uma superestrela recente, mas vou contar-lhe a verdade, eu sinto falta de ser uma criança normal. Assim, eu convenci a emissora mudar o programa para minha cidade natal na Carolina do Norte. Agora, eu posso ficar com meus amigos. Eu gasto mais tempo com minha família e ainda consigo ver minha mãe. Ei, eu estou tentando viver minha vida como uma criança normal, mas as pessoas ainda pensam em mim como O Famoso Jett Jackson”.

A série originou um filme também, mas eu não lembro de ter acompanhado. Eu gostava muito mesmo da série e fico realmente triste em saber que Lee Thompson Young faleceu em 2013. 

3. As Aventuras de A.R.K
(The Adventures of A.R.K. 1997-1998)

Programas politicamente corretos realmente são o ponto forte das séries canadenses juvenis. A.R.K. era outra série bem legal de se ver. Garotos que se envolviam nas mais inesperadas situações e tentavam a todo custo salvar ou proteger a vida de animais em perigo. Desde de cachorros até elefantes, essa turminha conseguiu fazer a diferença resgatando todos os tipos de bichos que encontravam. Comédia, drama , aventura, uma diversão para todos os gostos. Infelizmente a série teve somente duas temporadas (a 3ª nem conta porque é só um episódio solto) que foram exibidas pelo Discovery Kids BR.


4. Mecânica Popular para Jovens
(Popular Mechanics for Kids 1997-2005)

Você conhece Elisha Cuthbert? Pois é, antes de ser uma atriz de Hollywood ir dar o ar da graça em séries como 24 Horas ou em filmes como Um Show de Vizinha, ela fez essa série que era exibida no Brasil pelo Discovery Kids na sua época de ouro. A série era uma espécie de O Mundo de Beakman. Charlie, Tyler Kyte e Elisha desvendavam os segredos do mundo através de experimentos e explicações dinâmicas sobre física e tudo mais. Apesar de ser um programa educativo, era muito divertido. Dava vontade de largar os livros mesmo e ir aprender com esse bando de doidinhos. o programa explorava os mundos da ciência e da imaginação, pela terra, mar ou pelo céu.


A cada episódio era uma aventura diferente. Tipo em um episódio Tyler e Elisha nos revelam alguns segredos dos efeitos especiais dos filmes. Já em outro Elisha visita um estúdio onde um computador muda sua aparência e Tyler aprende como são criados os sons de um filme. Assim como em outro episódio ensina também uma luta com um astro de kung-fu. E assim vai. Costumava ser exibido nas tardes do canal, eu gostava muito.

5. A Magia do Cinema
(Movie Magic 1994–1997)

No início dos anos 90 uma série norte-americana de programas de TV chamada “Movie Magic” abordou os efeitos especiais de uma forma bem interessante e didática. No Brasil, os programas foram exibidos pelo Discovery Channel e também pelo DK como “A Magia do Cinema”. Era basicamente uma revista com atualidades cinematográficas.

Cada episódio desta série era uma espécie de Making-of explicativo, que ensinava os truques do cinema, e que com certeza deixou bastante gente interessado nessa arte. Eu por exemplo, até hoje me interesso por assistir os efeitos especiais de grandes filmes de Hollywood. Realmente, é a magia do cinema!

6. Kids Reais, Aventuras Reais
(Real Kids, Real Adventures 1997–2001)

Outro programa da DK com uma excelente proposta. Abordou várias histórias sinistras que haviam acontecido com crianças. Eles faziam uma dramatização e, ao fim do programa, entrevistavam a criança protagonista da história (na vida real). Havia tantas histórias encabulantes, eu lembro que ficava impressionado, achava bem legal e ao mesmo tempo receoso. Era impossível não assistir ao DK e se deparar com esse programa, o canal fazia diversas propagandas dele ao longo da programação.

Vários episódios foram memoráveis. Teve um que contava a história de uma avalanche, tudo bem louco. E também um em que uma criança precisou dirigir uma caminhonete sozinha na neve para salvar alguém, sendo que ela nunca tinha dirigido antes.

7. Zoboomafoo
(Zoboomafoo 1999-2001)

Os irmãos Chris e Martin Kratt juntos com seu amiguinho falante, Zoboomafoo, um lêmure de Madagascar, apresentam o mundo dos animais através de canções, videoclipes e outras formas de animação. Zoboomafoo também conta histórias sobre um mundo imaginário, a Zoboolândia. Uma garotinha chamada Jackie e seus bichinhos ajudantes apresentam minirreportagens sobre como as pessoas interagem com os animais.

Zoboomafoo é um sifaka, uma espécie de lêmure. O programa ensinou muitas coisas sobre animais e incentivava as crianças a preservar o habitat onde os animais vivem.

Infelizmente nosso lêmure faleceu em 2014, com 20 anos de existência. Os seus donos eram os irmãos Martin e Chris Kratt foram os responsáveis pela criação também da série, que ensinava as crianças sobre a vida selvagem, e escolheram como o anfitrião o pequeno lêmure, chamado de Zoboo para ajudar nos ensinamentos pela TV. Baita saudade!

Isso me faz lembrar de que antigamente as séries infantis tinham mais qualidade e realmente ensinavam as crianças, além do entretenimento.

Abaixo o primeiro episódio da série com dublagem em português brasileiro.


8. Bernardo e Seu Relógio 
(Bernard's Watch 1997-2001)

Bernardo possui um relógio de bolso que tem o poder de parar o tempo. Ele usa o relógio para resolver problemas e evitar catástrofes. Sua melhor amiga, Karen, é a unica que conhece o segredo e compartilha com ele as aventuras mais incríveis.



Uma série britânica na lista. A série original contou sobre um menino chamado Bernard (interpretado por David Peachey), de Oakwood, Nottinghamshire, - que estava sempre atrasado, até que um carteiro lhe deu um "relógio mágico" que poderia parar e retroceder no tempo. Ele logo descobriu que o carteiro tinha poderes mágicos e que esses relógios eram dados a pessoas que precisavam deles. As únicas regras eram que ele não deveria usá-lo para cometer crimes ou machucar alguém. Cada episódio se concentrava em Bernard ou em alguém a quem ele emprestou o relógio enfrentando um problema ou simplesmente fazendo as coisas do dia-a-dia e tentando resolvê-los, usando o relógio. Um episódio memorável foi ele parar no tempo do meio de uma prova na escola, para lá mesmo poder estudar. É o sonho de qualquer um!

9. Meu Roteiro no Discovery Kids 
(Incredible Story Studios 1997-2002)

Série inovadora e quem mandava era as crianças. Em Meu Roteiro no Discovery Kids era o lugar onde as histórias infantis de todo o mundo são transformadas em filmes. Cada episódio de meia hora apresentava histórias de duas crianças telespectadoras, que são adaptadas para a TV em 10 minutos cada.


Lembro que eu gostaria de enviar minha história, mas nem sabia como, não tinha internet, não tinha nada... só sonhava e me divertia com as maluquices de algumas histórias que as crianças contavam. O negócio era ter imaginação!

10. Mentores
(Mentors 1998-2002)

Oliver é um menino de 14 anos que cria um programa de computador capaz de trazer do passado, pessoas de valor histórico, como Albert Einstein, Alexander Graham Bell e Napoleão Bonaparte.

Pois é. Uma série com uma ideia genial que infelizmente não teve tanta repercussão. Oliver Cates (interpretado por Chad Krowchuk) é um garoto mega inteligente que inventa uma máquina, o Visicron, que traz figuras históricas para o presente. Desde Casanova, Alexander Graham Bell até Einstein, foram vários os famosos sugados para o presente para ajudar Oliver e Dee (intepretada por Sarah Lind), sua fiel escudeira, a solucionar seus problemas. Juntos, acabam passando por muitas confusões e aprendem fatos interessantes sobre o passado e que, às vezes, nem tudo é como parece. Educativo e uma boa opção para passar o tempo. Foi exibida no ínicio dos anos 2000 pelo Discovery Kids também. Uma baita saudade relembrar dela.

Um episódio memorável foi quando Oliver quis impressionar seu pai ganhando um concurso de orientação, uma corrida pelo bosque em que só é permitido o uso de um mapa e um compasso. A amiga dele, Dee é a supervisora do time e convence Oliver a trazer Harriet Tubman. Ela atravessou milhas no bosque, conduzindo escravos em busca da liberdade. A proposta da série era genial e bem educativa. Uma baita saudade relembrar dela.

Abaixo o primeiro episódio em inglês:


-

A partir de Janeiro de 2003, o Discovery Kids sofreu uma repaginada geral e passou a exibir programas para crianças em idade pré-escolar 24 horas por dia (e virou a tristeza que é hoje). As séries saíram da programação que nunca mais chegaram a ser exibidas em outro lugar. O que é uma pena. Gostaria muito de rever e matar a saudade daquela época. E você, lembra de alguma? Compartilhe aí nos comentários!

6 comentários:

  1. Olá, Walterlan.
    Acredita que nunca assisti esse canal? Mas eu teria assistido alguns desses hehe

    Prefácio

    ResponderExcluir
  2. Oi Walterlan, tudo bem?
    O único que conheço da sua lista é o Zoboomafoo. Acho que a TV Cultura passou alguns episódios, não tenho certeza. Nunca tive acesso a TV fechada. Sinto saudade dele!


    Beijus;
    Mente Hipercriativa
    FanPage Mente Hipercriativa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Helaina. Zoboomafoo passou na TV Cultura também, legal que muita gente conseguiu conhecer essa incrível série ;)

      Excluir
  3. Só lembro de Zooboomafu. Realmente era uma série bem educativa.
    Bom feriado!

    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram

    Voltamos do hiatus com bons conteúdos.

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
  4. Realmente lembro de todas as séries que você escreveu. Tinha apenas 8 anos quando conheci o canal e tudo era muito educativo, desde as propagandas como o "ver para crer" ou aquele quebra cabeças para adivinhar de qual país era a bandeira.
    Uma pena que as atrações estão sendo esquecidas ao longo do tempo, porque essa programação durou apenas uns 4 anos. Fiquei feliz em ver que alguém assistia e ainda lembra de todos esses programas (confesso que não lembrava o nome do mentors, mas achava sensacional, passava no final da tarde do final de semana).
    O Discovery kids me ensinou muita coisa que lembro até hoje com a programação educativa sem ser muito "infantil".
    Gostaria de achar pelo menos o fantasma escritor em português para assitir.
    Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente nessa fase o Discovery Kids nao era tão infantil, depois foi convertido pra infatil 100%. O ruim de tudo é que essas séries são raríssimas de encontrar na internet... Eu era bem novinho, mas lembro muito bem! hehehe. Obrigado pelo seu comentário, Iurik. É bom ver que ainda há pessoas que não esqueceram dessas atrações ;)

      Excluir