Para Ler, Ver e Ouvir!

sexta-feira, 25 de janeiro de 2019

O Que Há de Novo em Séries #15 – Pawn Stars (Trato Feito)

Conhecido no Brasil como Trato Feito e repetido à exaustão pelo Canal History este reality show fará você correr para a casa dos seus avós a fim de mexer naquele monte de tralha velha que eles guardam no quartinho dos fundos. Pawn Stars é quem ocupa o #15 do O Que Há de Novo em Séries.

O show mostra o dia a dia da Gold & Silver Pawn em Las Vegas, uma loja de penhores da família Harrison que já chegou a ter 7 milhões de espectadores em seus primeiros anos no ar. Atualmente em sua 19ª temporada.

Eles basicamente mostram a negociação de itens, alguns razoavelmente comuns e outros muito legais como por exemplo uma chave de lançamento de naves espaciais da extinta União Soviética ou uma legítima espada samurai forjada por um renomado ferreiro que servia somente aos nobres do Japão feudal.

Paralelo a isso sempre rola uma historinha de bastidores, claramente ensaiada mas que serve muitas vezes de alívio cômico e quase sempre protagonizada pelo patriarca Richard – chamado de Old Man – ou seu empregado e amigo Chumlee.

Pawn Stars (Trato Feito)

É interessante ver como coisas que não damos valor algum por aqui se mostram colecionáveis e até valiosas. Até outro dia nunca tinha me passado pela cabeça que arame farpado é colecionável e até valioso, tampouco que sua invenção tenha sido tão revolucionária a ponto de tornar seu inventor um dos homens mais ricos dos Estados Unidos em sua época, como até hoje ser considerado crime cortá-lo no Estado do Texas.

Pawn Stars é apenas um dos trocentos realities cujo tema é o cotidiano de uma empresa e alguns fatores me chamam a atenção. De certa forma dá para entender porque os EUA é a maior potência econômica mundial, enquanto o gigante por aqui vive dormindo em berço esplêndido, roncando e peidando.

  • Enquanto consideramos o trabalho apenas uma coisa chata que fica entre nós e o salário, portanto a ser evitada a todo custo, esses realities mostram que lá eles tem muito orgulho do que fazem, mesmo se tratando de atividades simples e aparentemente sem graça como comprar e vender coisas usadas ou fazer bolos confeitados.
  • Em sua maioria são empresas familiares, eles podem se desentender, quebrar os pratos mas bastante unidos em prol do trabalho.
  • A vontade de fazer bem feito, eles perseguem insistentemente a história dos objetos para constatar se estão ou não ligados diretamente a um evento ou personagem histórico, o que agrega muito valor ao objeto em si. Quando não conseguem uma certeza de 100% a história é completamente desconsiderada e objeto vale somente o que ele é para compra e venda.


Muito legal também é quando alguém chega com um objeto e pede um valor X e depois da avaliação de um especialista descobrirem que ele vale muito mais, fazendo com que o vendedor saia de lá com muito mais dinheiro do que o esperado – teve um caso de uma moeda de ouro onde o vendedor pedia Us$ 1,000.00 e depois de avaliada por um especialista embolsou Us$ 20,000.00 e saiu da loja pra lá de contente por levar 20x mais do que esperava.

Aproveito o ensejo para contar um pouco a respeito dos personagens principais:

Richard ‘Old Man’ Harrisson (1941-2018) – Patriarca da família e fundador da loja. Atualmente serve mais como alívio cômico de Chumlee e passa boa parte do tempo dormindo, jogando paciência ou resmungando impropérios. Geralmente é chamado para avaliar itens militares, principalmente ligados à marinha onde serviu por muitos anos.

Rick Harrisson – É filho do Velho e, na minha opinião o protagonista da série. Disparado é o melhor negociador de todos além de apresentar uma bagagem cultural enciclopédica a respeito dos objetos que aparecem na loja.

Corey ‘Big Hoss’ – Terceira geração da família e está sempre ansioso em mostrar serviço para o pai e o avô a fim de conquistar o respeito deles, geralmente é o negociador mais impetuoso, o que acaba gerando grandes lucros (e prejuízos) para a loja.

Chumlee – Amigo de infância de Corey, é o empregado mais fiel da loja, de jeito aparentemente bobo é dotado de uma ironia muito fina e protagoniza os momentos mais engraçados dos episódios, além de ser um colecionador de tênis e geralmente chamado como ‘especialista’ quando um produto desses aparece na loja.

Trato Feito faz tanto sucesso que já gerou dois spin offs – Mestres da Restauração e Louco por Carros – protagonizados por especialistas recorrentes na série. 

Enfim se trata de um programa gostoso de assistir e que prende sua atenção, além de muito bem produzido dentro da sua simplicidade e que prende sua atenção sem cansar por horas a fio. Na melhor das hipóteses você vai pensar melhor a respeito do seu trabalho e de si mesmo, na pior vai olhar com mais carinho para aquela tranqueirada que era dos seus avós ou que você guarda há anos no quartinho esquecido da casa.

A série pode ser vista em diversos horários no canal History Brasil. Até mais!
SHARE:

Nenhum comentário

Postar um comentário

Blog Layout Designed by pipdig