Para Ler, Ver e Ouvir!

sexta-feira, 28 de dezembro de 2018

Minhas 5 Séries Favoritas

Para quem acompanha o blog a algum tempo, ou me conhece, sabe que curto muito séries de TV. Sempre que tenho um tempo livre procuro alguma nova, ou alguma que eu não conhecia para assistir. Mas como qualquer coisa na vida, sempre tem aquelas marcam certos momentos da nossa vida, seja a infância ou adolescência, como Smallville que eu me lembro assistir todo domingo meio dia.

Buffy the Vampire Slayer & Dawson's Creek

Já fazia um tempo que eu queria escrever um post sobre as minhas séries favoritas. Então vem comigo. Essas séries praticamente todas do começo dos anos 2000, acompanhei ainda criança, por isso guardo um sentimento de carinho por elas. São produções com orçamento limitado, mas que encantaram gerações com histórias simples e cativantes. Enfim, nenhum produção atual conseguiu me fisgar, como essas séries de alguns anos atrás.

1. Smallville

“Smallville” mostra a adolescência de Clark Kent. No primeiro episódio uma chuva de meteoros atinge Smallville, em Kansas, causando morte e destruição. Com a chuva chega um bebê, adotado pelo casal de fazendeiros Martha e Jonathan Kent. Nos episódios da série o jovem Kent enfrenta forças maléficas e aprende a usar seus superpoderes. Por incrível que pareça, Lex Luthor faz de tudo para ficar amigo de Kent, que é apaixonado por Lana Lang, namorada do galã local

Para quem é antigo leitor do blog sabe que é a série é minha favorita. Cresci assistindo 'as aventuras do Superboy' (subtítulo que era exibido no SBT). A trilha sonora, os personagens e toda a história da lenda do super herói da DC Comics marcou muito.

2. Buffy the Vampire Slayer

“Buffy the Vampire Slayer” conta a história de uma adolescente americana, Buffy Summers, que se muda de Los Angeles para Sunnydale, uma cidade que é um portal místico para onde todos os demônios do submundo convergem. Ela não fazia a menor ideia do que era até que um homem a procurou falando que ela era a escolhida, e que sua missão era de proteger o mundo do mal, matando vampiros e demônios. O começo foi traumático, mas ao longo das temporadas Buffy foi se acostumando e se aprimorando cada vez mais. Mas apesar de tudo, Buffy tenta levar uma vida normal com seus amigos, familiares e namorados, mas nem sempre isso é possível, principalmente quando se namora um vampiro, ou quando se vê as voltas com uma bruxinha muito simpática, ou com um amigo lobo.

Se os mais novos que forem a assistir a série podem achar ruim. Realmente, os efeitos especiais eram bem precários e tinham algumas cenas, digamos, um pouco clichês e até toscas – era a estética da época e também o que condizia com a série. Mas a essência da história e a mensagem passada em cada episódio, em metáforas, merecem ser destacadas. Ao lidar com vampiros, demônios e salvar muita gente, Buffy lidava também com os problemas tradicionais da adolescência, assim como qualquer outra pessoa. A série serviu de inspiração para muitas outras que surgiram depois.

3. Dawson's Creek

Nao é nada fácil se tornar adulto. Você precisa, a todo momento, enfrentar seus medos para descobrir qual carreira quer seguir, como se relacionar melhor com seus pais e, até mesmo, saber ouvir seu coração, quando o amor começa a bater mais forte em seu peito. Para o grupo de adolescentes em ''Dawson's Creek'', formado por Dawson, Joey, Pacey e Jen, passar para o "mundo" adulto nao poderia ser mais difícil. Em Capeside, uma pequena cidade litorânea perto de Boston, todos os dias, eles convivem com os mais diferentes tipos de problemas, que os fazem crescer para entender melhor o mundo em que vivem. E agora cada um precisa decidir sua carreira profissional, universidade, paixões. Nao é nada fácil, mas, com amor e amizade, esse caminho será bem menos difícil de trilhar.

Considerada uma das melhores séries dramáticas para o público jovem dos anos noventa, Dawson's Creek conseguiu cativar, a cada temporada, uma grande fatia de público jovem, que acompanhou, semanalmente, as aventuras e desventuras desse grupo de quatro amigos e os mais diferentes visitantes, que integram a tranquila paisagem de Capeside.

Comecei a assistir Dawson's Creek pra valer mesmo quando a MTV Brasil começou a exibir em 2013. Desde então me aventurei com esses personagens por 6 temporadas. Me senti representado por cada um daqueles personagens. E se uma série consegue isso de mim, ela com certeza vira uma das minhas favoritas. 

4. Touched by an Angel

Chamada de “O Toque de um Anjo” esta série é para quem está pronto para crer e ter esperança. Um trio de anjos participam das vidas de muitas pessoas dando "pequenas" ajudas para resolver seus problemas.

Bom, TBAA foi uma série muito importante na minha vida, comecei ver aos 7 anos de idade com minha mãe, os episódios ensinavam e repassavam mensagens que me ajudaram a me tornar um homem de bem. A série permanece em minha memória, assim como todos seus valores repassados.
Ainda hoje me vejo assistindo um episódio ou outro, pois em tempos de histórias violentas e agressivas, Touched By An Angel ainda tem o frescor reconfortante em suas histórias, sempre animando e pregando que o bem existia e que acreditar é necessário. E, independente daquilo em que se acredita, é sempre bom ouvir uma mensagem de alento e conforto, o que era a especialidade da série e que, provavelmente, ajudou para que ela permanecesse durante muitos anos no ar. Uma frase que define a série "Deus te ama do jeito que você é."

5. Full House

Três homens de diferentes personalidades nos revelam nas telas as incidências que experimentaram ao cumprir a missão de pais de três crianças: DJ (Candace Cameron), Stephanie (Jodie Sweetin) e Michelle Tanner (Mary Kate e Ashley Olsen) depois de ficarem orfãs de mãe, devido a um acidente automobilístico.

Full House mostra as dificuldades que todo pai encontra ao educar seus filhos durante a sua infância e adolescência, resolvendo as com amor, disciplina e humor. Através de divertidas situações, nesta casa localizada em São Francisco, também trata da incondicional amizade entre os adultos e a mútua aprendizagem que a convivência lhe traz, sem se importar com as diferentes idades.

Tinha que ter uma sitcom na lista, né? Nem tudo na vida precisa ser drama, rir faz bem. Hoje me divirto com esses personagens em ''Fuller House'' um revival da Netflix bem divertido e prato cheio para os fãs da série antiga.

-

Enfim, poderia falar de muitas outras séries nessa lista, mas essas foram bem marcantes. Hoje em dia acompanho inúmeras produções. Só que produções essas até mais maduras e adultas, porém essas da lista guardo um lugar especial na memória de uma época de descobertas e inocência. E você? Quais séries te marcaram? Compartilhe nos comentários. 
SHARE:

2 comentários

  1. Smallville foi uma das primeiras séries que acompanhei.
    Bom final de semana!

    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
  2. Algumas das minhas séries favoritas Everwood, Felicity, Gilmore girls, The mentalist, Cold case, one tree hill, entre outras.

    ResponderExcluir

Blog Layout Designed by pipdig