Para Ler, Ver e Ouvir!

quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

10 Músicas Para Conhecer a Banda Casting Crowns

A maioria dos grupos de jovens de igreja evangélica possui pelo menos uma banda. No começo, rolam as reuniões, os ensaios, as versões de músicas nacionais e internacionais, até que os estilos são definidos e surgem as composições. Com as ideias, nascem os sonhos de gravar um CD, até mesmo um vídeoclipe e de tocar em eventos grandes como a Marcha Para Jesus e festivais de música cristã.

É claro que nem tudo é um mar de rosas, principalmente porque o mercado é restrito em relação à música cristã. Para uma banda alcançar um certo destaque, são necessários investimentos, muito trabalho e a aprovação do público.

No meio dessa longa e incerta jornada muitos desistem e desanimam. Mas caro internauta, se você precisa conhecer um caso que deu certo para ter como inspiração, O Planeta Alternativo vai te apresentar. Já ouviu falar da banda Casting Crowns?

Casting Crowns
Você pode até não conhecer, mas se ouvir alguma das canções pode achar bem familiar. Acontece que diversos artistas da música cristã brasileira já fizeram regravações de canções de sucesso da banda. 

1. Voice of Truth


O Casting Crowns começou em 2001 no ministério de jovens de uma igreja. A banda foi formada pelo pastor Mark Hall, que além de vocalista é compositor. O grupo de soft rock começou de forma independente, sem nenhum tipo de ambição.

Como dizem: "Tudo que começa com o  certo dá certo", maior confirmação que eles poderiam receber de Deus para continuar o projeto musical foi a cura de Mark Hall. O pastor da banda sofria de dislexia (distúrbio de memória que impacta a aprendizagem na área da leitura, escrita e soletração) desde a infância.  

2. If We Are the Body


Como uma extensão da igreja e com muitas experiências pessoais com Deus, o Casting Crowns realizava apresentações em Atlanta com o intuito de evangelizar jovens universitários até serem descobertos pela lenda da música cristã contemporânea, Steven Curtis Chapman.

3. Lifesong


Em 2003, a banda assinou se primeiro contrato e gravou o segundo álbum. O CD intitulado de “Casting Crowns” foi um grande sucesso, principalmente por causa das músicas If We Are the Body, Who Am I e Voice of Truth, que conta como Mark Hall superou a dislexia.  Na voz grave e aveludada de Hall, letras de adoração e pianos, sintetizadores e guitarras, com o lançamento do álbum homônimo se firmaram como um dos maiores nomes da cena gospel.

4. Who I Am


Em pouco tempo de formação, a banda atingiu o primeiro lugar na categoria "Top Christian Albums" da Billboard, uma das revistas de música norte americanas mais conceituadas.

5. What If His People Prayed


Com anos de estrada, o Casting Crows possui mais de 10 Álbuns gravados e carrega um histórico de premiações, incluindo um Grammy de Melhor Álbum Gospel Contemporâneo para o “Lifesong”, mais de 20 estatuetas do Gospel Music Awards (GMA), dezenas de Dove Awards e mais de três milhões de álbuns vendidos.

6. Glory


O nome ''Casting Crowns'' foi escolhido por causa do versículo 10 de Apocalipse 4: “os vinte e quatro anciãos prostravam-se diante do que estava assentado sobre o trono, adoravam o que vive para todo o sempre e lançavam suas coroas diante do trono” 

7. Already There


A canção ''Already There'' traz um som pop e envolvente com cordas mais no ataque e o piano brilha de forma excepcional nesta canção. Uma canção que foi feita para os tempos incertos em que vivemos, somos lembrados de que Deus vê o fim desde o começo.

8. Praise You in This Storm


“Praise You in This Storm” nos passa uma mensagem de segurança e firmeza mesmo em meio à tempestade. Mais uma vez, Casting Crowns consegue “casar” melodia e letra em uma junção musical incomparável.

9. Stained Glass Masquerade


“Stained Glass Masquerade” trata da superficialidade do ser humano pós-moderno, que finge estar feliz em meio a todo o aparato falso e artificial de seu cotidiano. A falsidade dentro e fora da igreja é denunciada sem piedade nessa faixa. 

10. Set Me Free



Já a canção “Set Me Free” é um forte clamor de libertação. Possui uma pegada forte no coro, com uma potência excepcional na distorção da guitarra. Muito marcante. As melodias e arranjos instrumentais apresentados na verdade é só uma ponta pra que as mensagens poderosas de Casting Crowns possam ser passadas para aqueles que curtem o que a banda traz. 

-

Enfim, Casting Crowns sempre se supera a cada canção e um dos motivos principais disto, é o seu exemplo de humildade e compromisso para com Deus e o corpo de Cristo. Seu trabalho com jovens tem gerado diversos frutos não só nos Estados Unidos, mas alcançando também todos os lugares aonde suas canções são levadas. 

Suas músicas se adaptam ao dia-a-dia do cristão atual e tenta resgatar, mesmo em meio a tantas “ideologias”, o verdadeiro evangelho tão esquecido e negligenciado pelas “igrejas da moda” e pela geração “Fast-Food”.
SHARE:

Nenhum comentário

Postar um comentário

Blog Layout Designed by pipdig