Séries Que Ficam Na Memória – #35: Veronica Mars - O Planeta Alternativo: Um pouco disso, um pouco daquilo – e muita música!

quinta-feira, 22 de novembro de 2018

Séries Que Ficam Na Memória – #35: Veronica Mars

Há alguns anos, todos os marshmallows se uniram em uma só causa; conseguir um filme de sua série favorita. O resultado foi que em menos de 12 horas, o projeto já tinha arrecadado mais do que 2 milhões. E se você ficou perdido no dia desse acontecimento tão importante para os fãs de Veronica Mars, está na hora de largar tudo e ler o post até o final, esse é o #35 do Séries que Ficam na Memória com Veronica Mars desta quinta-feira.

Para quem está de fora, parece exagero imaginar que o público possa pagar apenas para ver o retorno de uma história. Mas a verdade é que Veronica Mars não é uma trama qualquer, mas sim um dos enredos mais imediatamente carismático dos últimos anos no mundo das séries.

A série teve inicio em 2004 pelo canal UPN, chegou tímida mas logo conquistou os críticos e a audiência. Em 2007 foi cancelada abruptamente pelo então canal The CW (a antiga UPN) o que deixou a série sem um desfecho digno. Muitos fãs ficaram orfãos. Assim se juntando anos depois e conseguindo angarir grana pra Warner Bros. produzir um filme da série. Claro, nossa protagonista da trama abraçou a ideia e topou o projeto. O resultado disso foi o lançamento do filme em 2014

Esta é a minha escola. Se você estuda aqui, ou seus pais são milionários ou trabalham para milionários. Neptune, Califórnia. Uma cidade sem classe média.

Criado por Rob Thomas (mesmo criador de iZombie) em 2004, Veronica gira em torno de uma jovem investigadora da cidade de Neptune. Com um clima quase noir, o local é palco de todo tipo de mistério, segredos e injustiça. Para começar, Lilly Kane (interpretada por Amanda Seyfried), filha de bilionários e melhor amiga da protagonista, é assassinada, deixando um rastro de desconfiança por todos os lados. Esse é o fio da meada para apresentar Duncan, irmão da vítima,; Logan (interpretado por Jason Dohring), o babaca que evolui ao longo do tempo; Wallace (interpretado por Percy Daggs III), o amigo fiel; Keith Mars (interpretado por Enrico Colantoni), o xerife e, principalmente, Veronica Mars, a menina que não vai desistir enquanto não descobrir o que aconteceu com Lilly.

Veronica Mars
Interpretada por Kristen Bell, a personagem principal é absolutamente adorável, do início ao fim. Misturando um jeito badass com uma vulnerabilidade que custa a aparecer, é do tipo que deixa com vontade de ajudar, de torcer, de querer que tudo fique bem. E quando ela resolve chorar, o mundo todo parece imensamente cruel.

Falando em crueldade, o lado ruim da série é que foi cancelada cedo demais. Considerado uma grande injustiça, o final foi tão doloroso para o público que mesmo depois de 5 anos de seu encerramento, ninguém hesitou ao pensar na possibilidade de trazer Veronica de volta. Como a Warner, dona dos direitos da trama, não acreditava em seu potencial, restou aos fãs a tarefa de financiar este retorno, que foi o filme, como comentado no inicio do post.

E esta é a boa notícia. Seria maldade indicar uma série sem um encerramento à altura. Quem começar a assistir agora vai poder ver as 3 temporadas, sofrer e amar com tudo que se passa com Mars e ainda ter um filme lindo à espera, tornando a experiência menos traumática.



Ah, e para quem sempre ouviu falar que esta é uma série adolescente e pode ter algum preconceito, favor deixar isso de lado. Os episódios podem ser muito mais maduros do muito procedural por aí, além de contar com casos interessantes para serem desvendados e diálogos muito divertidos e cativantes. Eu diria que é praticamente impossível chegar ao final da exibição e não virar também um marshmallow, como Kristen costuma chamar os fãs mais fiéis. Vale a pena.

Um comentário:

  1. Não conhecia a série. Pelo nome não me chama atenção, mas ainda assim gostaria de ver depois de ler sua opinião.
    Beijos,
    Monólogo de Julieta

    ResponderExcluir