Quando você pensava que eu não estava olhando... - O Planeta Alternativo: Um pouco disso, um pouco daquilo – e muita música!

terça-feira, 23 de outubro de 2018

Quando você pensava que eu não estava olhando...

"Quando você pensava que eu não estava olhando, eu vi você pegar o primeiro desenho que fiz e prendê-lo na geladeira, e, imediatamente, eu tive vontade de fazer outro para você.

Quando você pensava que eu não estava olhando, eu vi você dando comida a um gato de rua, e eu aprendi que é legal tratar bem os animais.

Quando você pensava que eu não estava olhando, eu vi você fazer meu bolo favorito para mim e eu aprendi que as coisas pequenas podem ser as mais especiais na nossa vida.

Quando você pensava que eu não estava olhando, ouvi você fazendo uma oração, e eu aprendi que existe um Deus com quem eu posso sempre falar e em Quem eu posso sempre confiar.

Quando você pensava que eu não estava olhando, eu vi você fazendo comida e levando para uma amiga que estava doente, e eu aprendi que todos nós temos que ajudar e tomar conta uns dos outros.

Quando você pensava que eu não estava olhando, eu vi você dando seu tempo e seu dinheiro para ajudar as pessoas mais necessitadas e eu aprendi que aqueles que têm alguma coisa devem ajudar quem nada tem.

Quando você pensava que eu não estava olhando, eu senti você me dando um beijo de boa noite e me senti amado e seguro.

Quando você pensava que eu não estava olhando, eu vi você tomando conta da nossa casa e de todos nós, e eu aprendi que nós temos que cuidar com carinho daquilo que temos e das pessoas que gostamos.

Quando você pensava que eu não estava olhando, eu vi como você cumpria com todas as suas responsabilidades, mesmo quando não estava se sentindo bem, e eu aprendi que tinha que ser responsável quando eu crescesse.

Quando você pensava que eu não estava olhando eu vi lágrimas nos seus olhos, e eu aprendi que, às vezes, acontecem coisas que nos machucam, mas que não tem nenhum problema a gente chorar.

Quando você pensava que eu não estava olhando, eu vi que você estava preocupada e eu quis fazer o melhor de mim para ser o que quisesse.

Quando você pensava que eu não estava olhando foi quando eu aprendi a maior parte das lições de vida que eu precisava para ser uma pessoa boa e produtiva quando eu crescesse.

Quando você pensava que eu não estava olhando, eu olhava para você e queria te dizer: Obrigado por todas as coisas que eu vi e aprendi quando você pensava que eu não estava olhando!"


Quando você pensava que eu não estava olhando...

Mary Rita Schilke Korzan escreveu esse poema para sua mãe há muitos anos, agradecendo por tudo que ela tinha feito como mãe, amiga e modelo. No seu casamento, o poema foi lido como tributo à sua mãe. Então, muitos convidados do casamento pediram uma cópia. Amigos passaram para outros amigos. Um ministro não conseguia lembrar quem dera para ele, mas incluiu-o como "escritor anônimo" em seu livro sobre amar os outros. Outro autor pegou de lá para a sua compilação de trabalhos, até que Mary finalmente encontrou seu poema, listado como de "Autor Desconhecido". Mary Rita Schilke Korzan é mãe de três filhos e vive em Granger, Indiana, com seu marido.

Incrível, não é mesmo? O poema serve como reflexão tanto para os pais como para os filhos. Para os pais porque é inegável a importância do exemplo. Ele educa muito mais que as palavras. Todos os pais devem pensar nisso. Para os filhos porque, quando crescem, muitas vezes se esquecem que muito do que se tornaram foi porque "olharam" e aprenderam. 

2 comentários: