15 Filmes Esquecidos Que Marcaram Minha Infância - O Planeta Alternativo: Um pouco disso, um pouco daquilo – e muita música!

quarta-feira, 19 de setembro de 2018

15 Filmes Esquecidos Que Marcaram Minha Infância

Sabe aqueles filmes que você sabe que assistiu na infância e acaba esquecendo por anos o nome deles, tenta falar com pessoas da mesma época que talvez possam te ajudar a lembrar o nome, mas nada, todo mundo esqueceu do bendito nome do filme. Mas você sabe sim que assistiu e inclusive lembra até das cenas, personagens e até as vezes das vozes que fizeram a dublagem ou o rosto do ator/atriz (que pode ajudar muito a encontrar o filme). Bem, fiz essa lista de filmes que eu assisti quando tinha menos de 10 anos de idade ou por aí. É uma lista nostálgica que serve como uma forma de desenterrar esses filmes que fizeram uma criança feliz.

15 Filmes Esquecidos Que Marcaram Minha Infância
Então vamos lá pra lista...

1. As Novas Aventuras de Spin e Marty: Comportamento Suspeito (The New Adventures of Spin and Marty: Suspect Behavior, 2000)

Bom, o filme é bem infantil, acabei assistindo nas madrugadas do SBT em 2005 na sessão ''Fim de Noite''. Sim, isso mesmo, ainda me lembro. Apesar de parecer um filme bobo, ele marcou minha infância. Então vamos lá para ele, para quem não sabe, as velhas aventuras de Spin e Marty datam dos anos 50. Aqui, nesta ''nova'' versão lançada em 2000, o introvertido Marty encontra o travesso Spin.

Marty (interpretado por David Gallagher, da série 7th Heaven), filho único de um refinado casal, gosta de leitura e por ser introvertido não tem amigos. Por conta disso, seus pais o enviariam para um acampamento nos próximos dias. Marty não quer ir de forma alguma e por isso seus pais lhe deram três dias: um amigo ou o acampamento (isso me parece familiar, apesar de meus pais nunca me mandaram para um acampamento, hahaha). 

Então, aí entra Spin Evans (interpretado por Jeremy Foley) absolutamente ele deve se tornar um amigo de Marty Markham, se Marty quiser escapar do acampamento onde os pais querem enviar. A chegada aos vizinhos de seus vizinhos, Jack e Veronica Hulka, logo lhes dá a oportunidade perfeita para forjar fortes laços de amizade. Spin e Martin estão de fato convencidos de que os imigrantes são nada menos do que demônios: então eles não pararão em nada para confundir loucura. 

Uma cena memóravel é um jantar que a família tem com os vizinhos estranhos (na mente dos dois garotos), eles começam a fazer perguntas sobre o comportamento suspeito dos vizinhos. 

O filme é produzido pela Disney, na minha concepção para um filme infantil ele tem um roteiro bem escrito e envolvente. A gente se mantém interessado no que vai acontecer, consequentemente acabamos entretidos. E sendo um filme de criança, ele não se deve levar muito a sério, né?

Bom gente, o filme é totalmente desconhecido também. Acho que a última vez também que passou na TV (por uma coincidência no mesmo horário de outrora) foi na sessão de filmes Corujão da Rede Globo, depois disso nunca mais foi exibido. Uma pena, pois vale rever mais pela nostalgia de infância, como já disse.

Segue um trailer rápido:


2. Super Controle Remoto (Remote, 1993)

Eu amava esse filme quando era mais novo! Passei anos sem lembrar o nome e depois de muita pesquisa consegui encontrar. Um garoto de 13 anos chamando Randy (interpretado por Chris Carrara) constrói um controle remoto de enorme potência. O aparelho o ajuda a enfrentar três assaltantes atrapalhados, que invadem a casa onde ele costuma brincar. Com astúcia, ele usa o aparelho para comandar vários brinquedos, criando armadilhas para os criminosos, que quase vão à loucura.

É um entretenimento infantil, cumpre seu papel para o público que é destinado. Eu amava muito, ainda mais com todos aqueles brinquedos funcionando com um click, os carrinhos em alta velocidade e o supercontrole que podia controlar até a TV do vizinho no outro lado da rua. Isso mexia muito com a imaginação. 

Assisti muito na Sessão da Tarde, porém com o passar dos anos o filme foi esquecido e nunca mais reprisado, nem na Sessão, muito menos em outro lugar.

Se ficou curioso, está complete no Youtube.


3. Napoleon As Aventuras de um Cãozinho Valente (Napoleon, 1995)

Napoleon é um cachorrinho que, durante uma festa de aniversário, entra num balão e acaba sendo carregado pelo vento para um mundo diferente da segura casa de seus donos. Agora, Napoleon terá de enfrentar muitos perigos para conseguir voltar para casa.

Asssiti na Sessão da Tarde e me marcou muito. Napoleon acaba indo parar em uma floresta e lá conhece outros animais e passam por alguns problemas. O filme é 100% com animais e é muito mágico. Com "atuação" de 38 espécies de animais selvagens, usando a Austrália como locação. Tudo muito bem feito, sem se tornar um besteirol. Vale a pena ainda rever mesmo depois de adulto.

Napoleon

4. Joey - Um Canguru em Apuros (Joey, 1997)

Na Austrália, o pequeno Billy assiste a perseguição de caçadores profissionais a cangurus. E descobre que o filhote dos cangurus capturados ficou para trás. É quando decide soltar os pais, para reunir a família de seu novo amigo.

Joey

Sempre gostei de filmes de animais com amizade de garotos e garotas. Eu me amarro. Tanto é que trouxe esse gosto comigo no decorrer do tempo. Dia desses o filme reprisou no canal FOX e aí eu aproveitei pra gravar e assistir. Um clássico da minha infância.

5. 3 Ninjas Uma Aventura Radical (3 Ninjas, 1992)

Três meninos se envolvem de forma divertida em uma grande investigação da polícia sobre sequestros, e até o pai dos garotos se torna suspeito. Mas o avô, que preparou esses garotos para serem mestres ninjas, entra em ação para ajudá-los a resolver esse problema.

3 Ninjas

Além desse filme, teve outras continuações com os três garotos ninjas e seu avô. Eu me divertia bastante. Até um tempo atrás esteve em reprise no Corujão da Globo.

6. A Canção do Sul (Song of the South, 1946)


Tio Remus (interpretado por James Baskett) conhecido por ser um grande contador de histórias, narra para um jovem rapaz, perturbado pela separação de seus pais e pelas dificuldades do seu trabalho no campo, a história de três animais: o perspicaz e sagaz Coelho Quincas, que é constantemente perseguido por João Honesto e pelo bobo Zé Grandão, sempre conseguindo despistá-los.


Assisti também no ''Fim de Noite'' do SBT, interessante nesse filme era mesclar desenhos com atores reais, típico dos filmes Disney nos anos 40, 50 etc... Esse filme anda esquecido devido algumas características racistas (para os dias de hoje). Mas eu gostei muito. ;)

7. Tarzan e a Expedição Perdida (Tarzan and the Lost Safari, 1957)

Esse era pra quem tinha insônia e sintonizava no SBT com sua sessão de filmes ''Fim de Noite'' poderia se deparar com essa ótima pérola dos anos 50. Mais uma história do Tarzan, sendo que o filme mostra a história de uma expedição sobrevoando a selva em que ocorre uma falha mecânica no avião e por isto cai. Todos são salvos por Tarzan que ajuda os sobreviventes a atravessarem a selva passando por todos os perigos!


Assisti lá por 2004 antes de ir pra escola pela manhã. Bons tempos. 

8. Liberdade sem Fim (Caddie Woodlawn, 1989)

A garotinha Caddie vive numa grande fazenda com sua família no velho oeste. Ela adora os animais e, contrariando a mentalidade de muitos de seus familiares, não aceita que animais sejam caçados, nem a discriminação em relação aos índios. Ao receber a visita de uma prima feminina e sofisticada que vive em Boston, a mãe de Caddie começa a compará-las e isso deixa Caddie cada vez mais com raiva da prima.


Mais uma noite levantei as 4h da manhã e pude conferir esse filme também no ''Fim de Noite'' do SBT.

9. A Menina e os Três Ursos Encantados (Goldilocks and the Three Bears, 1995)

Após ficar órfã, Gabrielle “Goldie” Lockner vai morar com seu tio Hal, que vive em uma floresta onde realiza seu trabalho de construção de uma estação de esqui. Já assustada com o lugar, logo na primeira noite Gabrielle dá de cara com três ursos. Hal assegura que já os viu e que são inofensivos. Um dia passeando pelas montanhas, Goldie encontra uma cabana escondida entre as árvores e decide entrar. A menina acaba conhecendo e se tornando amiga dos três ursos que moram ali (que falam), e juntos os quatro terão que salvar o vale que vivem das garras de uma grande companhia.


Assisti esse filme apenas uma vez de madrugada também no SBT, depois disso nunca mais vi. Fiquei com vontade de rever, gostei muito.

10. Meu Querido Carneirinho (So Dear to My Heart, 1949)

Mais um clássico das madrugadas do ''Fim de Noite'' do SBT. Jerry é um garoto que adota como seu bichinho de estimação Danny, um carneirinho preto e muito bagunceiro. O sonho do menino é transformar seu carneiro pedigree em um campeão da Exposição de Animais. Apesar das dificuldades, Jerry não vai desistir. Com todo o encanto dos filmes Disney e uma deliciosa mistura de atores e desenhos animados, assim como ''A Canção do Sul'' presente nesta lista.

So Dear to my Heart


11. Bebês Geniais (Baby Geniuses, 1999)

Uma dupla de cientistas desenvolve um método de fabricar gênios, confinando bebês num laboratório, sob disciplina quase militar. Enquanto isso, um casal dono de uma creche tenta provar que os bebês têm sua própria linguagem e que o amor é a melhor forma de desenvolvê-los. As coisas se complicam quando um dos bebês de laboratório provoca uma rebelião, foge e encontra seu gêmeo, que vive na creche.

Baby Geniuses

Vi esse filme pela primeira vez entre 2001/2002. Era um dos meus favoritos com 6 anos de idade. Hoje já adulto revendo o filme acho ele extremamente infantil. É normal. Mas ele é até divertido, é um entretenimento mesmo para passar o tempo. A determinação do bebê Sylvester era inspirador rsrs.

12. Fugindo Para a Casa da Vovô (To Grandmother´s House We Go, 1992)

Mais uma aventura incrível das gêmeas Olsen. As gêmeas Julie e Sarah Thompson (Ashley e Mary-Kate Olsen) são loirinhas, espertas e levadas. Moram com a mãe, Rhonda (Cynthia Geary), que trabalha em uma loja de conveniência. As brigas das meninas e a bagunça fazem com que Rhonda às vezes se sinta cansada. Por isso, Julie e Sarah resolvem ir para a casa da avó, enfrentando até sequestradores no caminho. Bobinho e despretensioso, o filme é daqueles em que as crianças dão um banho nos adultos chatos e serve de veículo para as duas coisinhas fofas. É ótimo para assistir com a família, principalmente com as crianças.

To Grandmother´s House We Go

Assisti no Cinema em Casa há anos. Me chamou atenção porque tinha a participação do elenco de Full House (Três É Demais, no Brasil). Uma série também que marcou minha infância.

13. Voando Para Casa (Fly Away Home, 1996)

Um excelente filme que pude conferir no Cinema em Casa há alguns anos. A emocionante aventura de uma menina de 13 anos e seu pai ausente, que aprendem o valor da família ao adotar uma ninhada de gansos órfãos e ensinar a voar.

Fly Away Home

Foi baseado em uma história real, sendo lançado em 1996. No mesmo ano, foi indicado ao Oscar na categoria melhor cinematografia. Com Anna Paquin e Jeff Daniels no elenco. Um clássico das nossas tardes. Dia desses pude assistir a reprise na HBO Family. Infelizmente ele anda esquecido. Depois pretendo falar mais dele aqui no blog.

14. Era uma Vez na Floresta (Once Upon a Forest, 1993)

Na floresta vivem a ratinha Abigail, a toupeira Edgar e o ouriço Russel. Eles brincam felizes até que o homem chega com gases tóxicos, fazendo com que Michelle, amiga deles, adoeça. Com a ajuda do tio Cornelius, os três buscam um meio de salvar Michelle e a floresta.

Once Upon a Forest

Passei anos sem saber o nome desse filme, até que uma reprise nos canais Telecine me chamou atenção e bingo: era ele. Hoje vendo esse filme vejo que além de entreter as crianças, mostra como devemos respeitar os animais e a natureza. Marcou demais.

15. O Garoto Que Podia Voar (The Boy Who Could Fly, 1987)

Amável adolescente Milly muda-se para a casa vizinha ao lado do adolescente autista Eric Gibb. O Eric mudo, cujos pais foram mortos quando ele tinha 5 anos de idade, vive com seu tio Hugo, que bebe muito. Sua tendência para ficar em telhados e parapeito das janelas como se estivesse voando, alarma seus assistentes sociais, mas quando Eric salva Milly de uma queda potencialmente mortal, ela começa a acreditar que o garoto realmente pode realmente voar.

The Boy Who Could Fly

Um clássico do Cinema em Casa do SBT. Gostei tanto desse filme que consegui o DVD pra minha coleção pessoal. Muito marcante e nostálgico.

-

Bem, meus amigos. O objetivo dessa lista foi resgatar esses filmes que de uma certa forma fizeram parte da minha e até mesmo da sua infância. Conseguiram nos entreter com boas histórias e ótimos personagens. Infelizmente no decorrer dos anos acabam sendo esquecidos pelas emissoras que antes costumavam exibi-los. A escassez de informações sobre eles na internet foi um dos motivos para a criação da lista. Enfim, fica na memória esses filmes que fizeram parte de nossa história e de quem somos. Até mais!

Um comentário: