Meu Adeus à Revista Mundo Estranho - O Planeta Alternativo: Um pouco disso, um pouco daquilo – e muita música!

terça-feira, 14 de agosto de 2018

Meu Adeus à Revista Mundo Estranho

É com grande tristeza que faço esse post aqui no blog, registro meu adeus a revista Mundo Estranho, publicada pela Editora Abril. Há alguns dias, a Editora Abril encerrou várias publicações devido a uma crise, entre essas publicações estava a ME (Mundo Estranho). A revista que era especialista em curiosidades científicas e culturais, publicada pela Abril desde agosto de 2001. Uma parte da minha infância e adolescência também vai embora. Cresci lendo a ME, pois meus pais fizeram a assinatura por alguns anos. Por isso sinto profundamente o encerramento dela, pois de uma certa forma ela contribuiu com meu desenvolvimento ao decorrer dos anos.

A Mundo Estranho instigou o adolescente que buscava conhecimento geral, tornando-se uma ponte entre as revistas infantis e as adultas. Com uma leitura rápida, clara e objetiva, tratando assuntos complexos de maneira simples e divertida. Foi a primeira e única revista mensal do Brasil voltada para O GAROTO de 13 a 18 anos (orgulho de ter feito parte). Seu conteúdo foi apresentado de foma simples, em perguntas e respostas, do jeito que nós leitores gostamos. E foi também a revista que melhor usou infográficos no Brasil – linguagem que pode ser usada também pelo anunciante. Além de ter tido um ambiente editorial jovem e descontraído.

Não é novidade alguma que o setor impresso está em declínio há anos. Acredito que o diferencial para sair da crise nesse setor seria se reinventar, coisa que a Editora Abril não fez. Ao redor do mundo acontece o mesmo, grandes publicações estão deixando as bancas e saindo de cena, como a revista Interview, lançada por Andy Warhol em 1969. Algumas ainda conseguem sobreviver em versão digital, porém sem a mesma magia de outrora.

Algumas das edições da revista Mundo Estranho

Acho que li de tudo um pouco na ME, curiosidades de modo geral, histórias curiosas e até umas pra lá de macabras e até um livrinho que veio junto com uma edição que eles ensinavam sobre sexo passo a passo (vocês lembram disso?). Bom, a revista de uma certa forma me ajudou muito no período escolar. Meu modo de escrever, no desenvolvimento do meu senso crítico, objetividade e claro... tudo isso ligado a diversão, mas com aprendizados. Quero agradecer a todos os envolvidos na construção da revista. Vocês tiveram um papel muito importante na minha formação, no conhecimento adquirido e até mesmo pelo meu interesse pelas coisas, pelas minhas curiosidades de onde surgiu isso ou aquilo. Obrigado por tudo! #RipMundoEstranho

14 comentários:

  1. Uma pena mesmo. A revista trazia curiosidades interessantíssimas e infográficos muito legais. Parabéns pelo post!

    Jovem Jornalista

    Fanpage

    Instagram

    Estamos de volta do hiatus!

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
  2. A crise das publicações em papel.
    Vai ser sempre assim doravante.
    E cada vez mais.
    Aquele abraço

    ResponderExcluir
  3. Olá, Walter!

    Como você está? Eu vou indo, obrigada!

    É a crise do papel, dando lugar à internet, onde podes encontrar de tudo, contudo eu prefiro ler um livro em papel, tocar nele, enfim, o colocar na estante e o ver todos os dias.

    Pois é, esse tipo de revistas têm sempre mto interesse, qdo somos crianças e adolescentes, sobretudo para o sexo masculino, mais dado à ciência e à descoberta. A menina se liga mais na roupa, nos cabelos etc. mas é assim mesmo. É genético.
    Pena que findou e julgo k não haverá substituição possível.

    Beijos e bom feriado. Aí, julgo k é tb feriado.

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?
    Poxa! Uma pena msm!
    Me lembro dessa revista! Nunca fui assinante mas era muito interessante msm.
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Ai meu coração! Eu estava sabendo sobre o fim da revista ELLE, mas não sobre a ME! Meu coração está chorando, como vc eu sempre lia essa revista (mesmo sendo mulher, até por que acredito que o público da revista não era 100% voltado para os garotos), sou uma pessoa curiosa e eu passava horas lendo a Mundo Estranho.
    Atualmente eu ainda visito o site da ME, mas não acho que é a mesma coisa de ler a revista fisicamente. Enfim, fico realmente triste pelo fim dela.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
  6. Estive lendo esses tempos atrás sobre o fim de algumas revistas da Abril,mais não sabia que a ME estava na lista também.Apesar de eu não ser assinante pude ler alguns exemplares e garanto que a mesma vai fazer falta.

    www.paginasempreto.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Que tristeza Walter! Não rola nem uma versão virtual da revista? Os fãs amariam, né?

    ResponderExcluir
  8. De tanta revista, vão me descontinuar uma das melhores. Só decepção nessa vida...
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  9. Eu acho bem triste que tudo o que é impresso está chegando ao fim, porém é um mal que as próprias pessoas fizeram, então não tem muito o que reclamar.
    Eu por exemplo amo CDs, faço coleção e compro até hoje.
    Sinto pelas próximas gerações que não vão viver isso de revistas, jornal...
    É uma grande pena! :(

    https://heyimwiththeband.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Olá, Walterlan.
    Li muito essa revista. É uma pena que com tantas publicações eles resolveram fechar justo uma tão boa quanto essa. Vai deixar saudade.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  11. Fiquei extremamente triste com o fim da Mundo Estranho, a linguagem dela era o que atraia muitos jovens ao mundo das revistas, como estudante de Jornalismo fico bem preocupada com o futuro da nossa profissão no setor impresso.

    www.estante450.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Fiquei triste e surpreso em saber que a Editora Abril iria fechar algumas de suas revistas, mesmo não consumindo o conteúdo destas revistas, sinto a tristeza de muitos profissionais que presenciaram o fim de uma longa jornada de trabalho.

    www.blogdodeivy.com

    ResponderExcluir
  13. Também fiquei muito chateada qd recebi da editora o aviso de encerramento da ME... Vai deixar muita saudade... eu era assinante há muito tempo...Que pena! Grande perda!!!

    ResponderExcluir