Falando Sobre Filme – #31: Handsome Devil (2016) - O Planeta Alternativo: Um pouco disso, um pouco daquilo – e muita música!

sexta-feira, 8 de junho de 2018

Falando Sobre Filme – #31: Handsome Devil (2016)

Oi! Ando assistindo muitos filmes que falam sobre o bullying. Por isso hoje decidi falar sobre o filme ''Handsome Devil''. Como todos sabem, o bullying é um grande problema que ainda assola as milhares de escolas no mundo todo e que deixam profundas sequelas nas vítimas.

O filme fala sobre Ned e Conor são forçados a compartilhar um quarto em seu internato. O solitário e o atleta-estrela nesta escola louca do rugby formam uma amizade improvável até que seja testado pelas autoridades.

Para início de conversa a história toda é narrada por Ned (interpretado por Fionn O’Shea), um garoto com a vida um tanto complicada: perdeu a mãe, o pai foi morar com outra mulher e para completar ainda o colocaram no internato.

Handsome Devil

É justamente aí que a situação piora já que Ned é gay e sofre bullying por isso. Com isso ele tenta criar algumas situações que o façam ser expulso do colégio. Entretanto, no meio dessa história chega um novo garoto no internato, Connor (interpretado por Nicholas Galitzine), que agora será seu novo colega de quarto. Apesar de tudo e indo para o lado mais improvável da coisa os dois acabam se tornando amigos.

Mas essa amizade não consegue resistir por muito tempo. Além de ser ‘zuado’ por dividir o quarto com um gay fracassado, Connor  tem seus próprios dilemas pessoais e aqui entra a grande surpresa. Por mais complicada que seja sua situação seus problemas chegam a ser quase que os mesmos de Ned.

Quando Connor se aproxima mais de Ned o time de rugby da escola cai em cima dele destilando o clássico e sem sentido preconceito. Chegando até ameaça-lo com a revelação do segredo se ele não jogar a final do campeonato (aliás, ele é o melhor jogador de time)

Em resumo, Handsome Devil pode ser definido em uma frase: “Não use a voz de outro”. Essa a mensagem passada pelo professor de inglês. Afinal de contas, se você passar sua vida inteira vivendo a vida de outra pessoa, quem irá viver a sua vida por você?

Bom, o filme em si é cheio de clichês, desde o professor de educação física preconceituoso, até o bullying dos atletas com os “excluídos”. 

É interessante observar como o diretor John Butler apresenta as situações, mostrando também uma pequena sociedade retrógrada e apaixonada por esportes. Também é de se chamar a atenção a forma como dois professores fazem a função de “Yin-Yang” e os pequenos embates que possuem entre si.

Enquanto isso, também é bacana notar como a maior autoridade da escola, o diretor, fecha os olhos para o que bem entende apenas para manter o objetivo de conquistar o título no rugby, ignorando boa parte das coisas que ocorrem dentro de seus próprios domínios.

Handsome Devil vale a pena ser visto mais por uma palavra: respeito. Respeito esse que, na produção, infelizmente, só é conquistado após ambos mostrarem seu valor em frente a sociedade, mostrando que não são piores do que ninguém. E não tentem enxergar o filme como um romance, pois é uma história de amizade.


Bem, é isso. Vou ficando por aqui, até o próximo Falando Sobre Filme!

3 comentários:

  1. oi, Walter!

    já tinha ouvido falar desse filme e já sabia um pouco do enredo dele, k agora aqui em teu blog, compreendi na perfeição.

    bullying um tema mto em moda, infelizmente. acho k as crianças e os adolescentes são ruins e intolerantes uns para com os outros. e depois, se gera toda uma gozação e troça, quase inexplicáveis. no tempo de teus pais, isso não acontecia, como sabes. a sociedade está doente. só à lei da força as coisas se resolvem.

    beijos e bfds.

    ResponderExcluir
  2. oi, Walter!

    tudo bem? Eu estou mais ou menos. Minhas mãos não estão colaborando.
    Te deixei comentário nesse post aqui, mas sei que acabaste há pouquinho de publicar um outro, bem interessante por sinal. As frases são uma maravilha.

    Não tens atualizado o blog, dizes tu? Imagina, eu -rsrs. Tu vês mtos filmes e fazes posts deles com frequência.

    Tudo de bom!

    ResponderExcluir
  3. Amizade e bullying são assuntos que também chamam a minha atenção. Gostei da resenha do filme.

    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir