Falando Sobre Filme – #35: Antes Que Eu Vá (2017) - O Planeta Alternativo: Um pouco disso, um pouco daquilo – e muita música!

terça-feira, 19 de junho de 2018

Falando Sobre Filme – #35: Antes Que Eu Vá (2017)

Ei! Hoje no Falando Sobre Filme decidi escreve sobre o filme Before I Fall (Antes Que eu Vá, no Brasil). Continuo assistindo filmes que abordam o bullying. Pois bem, vamos lá!

Baseado no best-seller homônimo de Lauren Oliver, ''Antes que eu Vá'' conta a história de Samantha Kingston (interpretada por Zoey Deutch, uma menina com uma beleza que me prendeu do inicio ao fim, rs) que é uma jovem que tem tudo o que uma jovem de sua idade pode desejar da vida. No entanto, essa vida perfeita chega a um final abrupto e repentino no dia 12 de fevereiro, um dia que seria um dia como outro qualquer se não fosse o dia de sua morte. Porém, segundos antes de realmente morrer, ela terá a oportunidade de mudar a sua última semana e, talvez, o seu destino.

Sendo assim, não existe amanhã para ela, em compensação o ''hoje'' se repete exaustivamente, até ela entender o que precisa ser feito nesse último dia fatídico. 

Before I Fall

Vivendo sua vida em um dia como qualquer outra, durante uma festa, ela e suas amigas humilham uma perturbada garota da escola e deixam a festa de carro. Após um acidente mortal, Samantha acorda em sua cama e começa a reviver aquele fatídico dia várias e várias vezes, tentando descobrir como sair daquele looping.

Durante sua jornada de redenção, a protagonista começa a perceber como suas ações podem afetar a vida de outras pessoas, enquanto ela passa por uma batalha interna que irá definir se ela será uma boa pessoa, ou não.

Como disse anteriormente o filme aborda o bullying, mas de uma maneira bem diferente, mostrando o outro lado da moeda: os adolescentes que PRATICAM o bullying. O que eles ganham com isso? Porque eles gostam de humilhar outras pessoas? A resposta pode ser muito mais complexa do que a gente pensa. 

Before I Fall
O grande acerto do filme está em seu elenco: a atriz Zoey Deutch entrega uma atuação grandiosa e consegue transmitir todos os sentimentos de sua personagem para o público. Bom, o filme é recheado de clichês. E as vezes a protagonista me irritou, será que ela não enxergava o obvio? As mudanças de atitude para sair do looping? Então, é claro que o filme não é digno de Oscar, porque não é… Também não vamos exagerar! Mas é um filme comovente, bem feito e que diz a que veio! Como adaptação de um livro de sucesso, tenho certeza que irá agradar quem já conhece o livro! Vale a pena assistir a história e se deixar levar pelas descobertas da Sam sobre o que é realmente importante na vida!

As comparações com o filme "Feitiço do Tempo" são inevitáveis, mas o filme anda com as suas próprias pernas. Nada de extraordinário, nem de inédito, mas é sempre bom ver mensagens bonitas sendo transmitidas. Eu gostei! Enfim, fica a recomendação. Até.

Filme visto 15 de Junho de 2018 no Amazon Prime Vídeo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário