Interativo Nº 8: Novas Séries Para Acompanhar! - O Planeta Alternativo: Um pouco disso, um pouco daquilo – e muita música!

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Interativo Nº 8: Novas Séries Para Acompanhar!

Oi pessoal! Depois de um longo tempo sem nada de novo por aqui, volto com o Interativo para falar sobre séries, tem coisa melhor? Rs. Para quem me conhece aqui do blog sabe que acompanho muito isso, desde muito pequeno. Hoje trazendo novas séries de TV que pretendo acompanhar e de uma certa forma será uma recomendação também para quem gosta do gênero.

As séries aqui apresentadas são bem leves, nada pesado. É o meu gosto para séries de TV, gosto de dramas, comédias familiares (conhecidas como sitcom), séries teens com uma trama sobrenatural (como em Buffy, Smallville...), entre outras. Não tenho muita exigência pra isso, até porque vejo de tudo um pouco, apesar de que ando ignorando séries com com uma pegada mais violenta, sexual ou algo do tipo. Enfim, vamos lá!

No ano passado quando a CBS anunciou que estava produzindo um remake da série MacGyver dos anos 80, eu fiquei interessado, porém com um pé atrás, pois a maioria desses remakes não conseguem ir bem em termos de audiência e aceitação, o que resulta logo no cancelamento, quem não se lembra do remake de Melrose Place em 2009? Ou A Nova Super Máquina? Cancelados com pouquíssimos episódios. As vezes é melhor deixar o clássico lá como o único, até porque a grande maioria dos remakes são esquecíveis ao grande público. 

Diferente dos outros, a nova série MacGyver dessa vez com o Lucas Till interpretando Angus MacGyver, foi um sucesso tanto de crítica como em termos de audiência o que fez a CBS encomendar mais episódios e possíveis novas temporadas. 

MacGyver/CBS

A trama de MacGyver acompanha as aventuras de Angus MacGyver (interpretado por Lucas Till), o jovem de vinte e poucos anos que é recrutado para uma organização clandestina. Lá, ele usará suas habilidades de improviso para previnir desastres.

No Brasil a série vai estrear em 1º de Novembro no Universal Channel. E o como eu estou? Ansioso, é claro! Há um tempo que queria acompanhar a série. 

Continuando com as novidades, nesse último domingo, a WB trouxe a estreia de Young Sheldon aqui no Brasil, a série sobre a infância do personagem Sheldon Cooper da série The Big Bang Theory. Apesar de não acompanhar TBBT regularmente, eu gosto muito do personagem, inclusive muitas vezes o pessoal da minha família me compara a ele, vocês acreditam? Hahaha. Bom, a série é outro sucesso de audiência da CBS lá nos EUA, o que já garante mais episódios e uma possível nova temporada.

Young Sheldon/Warner Bros.

Para Sheldon Cooper (interpretado por Iain Armitage), um garoto de nove anos, viver no leste do Texas não é uma tarefa fácil. Ter uma mente capaz de solucionar problemas matemáticos e científicos avançados não é tão útil assim numa terra em que a igreja e o futebol reinam. Enquanto o vulnerável, dotado e tímido Sheldon lida com o mundo, sua família supernormal tenta encontrar uma forma de lidar com ele. Seu pai, George, se empenha para ser um bom técnico de futebol na escola e ser um bom pai para um filho que ele não consegue compreender. A mãe de Sheldon, Mary, o protege com unhas e dentes numa cidade onde ele simplesmente não se encaixa. Já o irmão mais velho de Sheldon, George, se esforça para se dar bem no colégio. Mas isso é complicado quando se está na mesma sala que seu irmão esquisito de nove anos. Finalmente, temos a irmã gêmea de Sheldon, Missy, que às vezes se incomoda com toda a atenção dispensada a ele. Mas ela também é a única pessoa que lhe diz a verdade. 

Em 10 anos de The Big Bang Theory, o público conviveu com o emblemático, excêntrico e extraordinário Sheldon Cooper (interpretado por Jim Parsons). E esta comédia de meia hora nos dará a chance de conhecê-lo em sua infância, durante sua jornada inocente, esquisita e esperançosa para se tornar o homem que é hoje.

Bom, continuando. Não é exatamente uma nova série, mais uma nova temporada e eu estou ansioso para isso também. É a volta de Riverdale para sua segunda temporada. Já falei da série aqui no Interativo. Interessante que foi uma série que já separei para acompanhar sem nem ao menos assistir. Com um elenco carismático e uma trama envolvente, Riverdale é aquela série que recomendo sem pensar duas vezes.

Riverdale/Warner Bros.

O que me fez trazer a série nesse post foi por sua nova temporada e claro, a estreia simultânea da rede The CW com a Warner Channel aqui do Brasil. Será hoje (11 de outubro de 2017) as 21h40 da noite (horário de Brasília). Então, já vamos agendando aí! 

A primeira temporada de 'Riverdale' trouxe assassinatos, suicídios e tiroteios e muito mistério deixando a trama ainda mais envolvente. E nessa segunda temporada o criador do show Roberto Aguirre-Sacasa, prometo que a 2ª temporada ficará ainda mais sombria. Para que melhor? É isso que queremos!

Sem muito spoiler e apenas uma sinopse para apresentar a série a quem não conhece: Na primeira temporada de Riverdale, a cidade de Riverdale estava abalada com a morte trágica e recente do adolescente Jason Blossom (interpretado por Trevor Stines). Os acontecimentos do verão fizeram com que o típico adolescente americano Archie Andrews (interpretado por K. J. Apa) percebesse que queria mesmo tentar uma carreira na música. Mas seu relacionamento estremecido com o compositor Jughead Jones (interpretado por Cole Sprouse) e o foco da vocalista Josie McCoy (interpretado por Ashleigh Murray) em sua própria banda (a promissora Pussycats) lhe deixaram sem rumo. 

Enquanto isso, sua vizinha Betty Cooper (interpretada por Lili Reinhart) ainda não se sentia pronta para lhe revelar seus verdadeiros sentimentos. Ao mesmo tempo, não se podia negar as faíscas entre a aluna nova do colégio, Veronica Lodge (interpretada por Camila Mendes), e Archie. Para piorar a situação, a popular Cheryl Blossom (interpretada por Madelaine Petsch) sentia-se mais do que feliz em provocar outros desentendimentos entre os três - enquanto escondia seus próprios segredos. Mas os pais também omitiam algumas verdades. Riverdale pode parecer uma cidade pacata, mas o perigo está à espreita.

É isso, a nova temporada de Riverdale está a todo vapor! Vejam.

Outra série que ganhou uma nova temporada é minha amada ''Fuller House''. Já há um tempo que pensava de falar da série aqui no blog. Então esse post caiu perfeitamente para incluir a série aqui. A 3ª temporada de Fuller House estreou no dia 22 de setembro pela Netflix.

Fuller House/Netflix

Quando era mais novo assisti muito ''Full House'' ou ''Três é Demais'' (título que recebeu aqui no Brasil) e claro, quando fiquei sabendo dessa produção que a Netflix desenvolvia fiquei super animado. Superou minhas expectativas e Fuller House atualmente é uma das minhas comédias favoritas de acompanhar. Aquele clima de nostalgia que caminha ao longo da primeira temporada é muito bom. O melhor ainda é que a série caminha sozinha na segunda e na atual temporada, a terceira, sem precisar fazer referência a todo instante a série que a originou. Isso é demais.

Bom, para quem não conhece apresento-lhes: Fuller House, nesta nova série, que é uma sequência do clássico Três é Demais (no original Full House), D.J. (interpretada pela Candace Cameron Bure) trabalha como veterinária em São Francisco, mas acaba de ficar viúva justo no momento em que espera o seu terceiro filho. É quando Stephanie (interpretada por Jodie Sweetin), uma musicista aspirante, e Kimmy (interpretada por Andrea Barber), junto com sua filha adolescente Ramona (interpretada por Soni Nicole Bringas), se mudam para morar com D.J. e ajudá-la a cuidar de seus três filhos.

Tenho que dizer que minhas personagens favoritas é o trio D.J., Stephanie e Kimmy, as três juntas são demais. A interpretação e a carisma das atrizes conta muito também nesse encanto. Outros personagens acrescentados a trama também se fazem necessário para o desenvolvimento da história. E também temos participações especiais do querido John Stamos (o tio Jesse), Lori Loughlin (tia Rebecca), Bob Saget (o paizão Danny Tanner), Dave Coulier (tio Joey) e Scott Weinger (o namorado de D.J., Steve).

Fica minha recomendação para uma assistir boa comédia familiar. Não percam.

E para encerrar com mais uma novidade, trouxe a aguardada Raven's Home que nesse mês de outubro estreia no Disney Channel Brasil. A série ''That's so Raven'' (As visões da Raven, título do Brasil) marcou muito minhas tardes e noites no Disney Channel e pelo SBT. Sem dúvida alguma foi uma das séries do canal do Mickey de maior sucesso e que realmente era uma comédia que fazia rir, diferente das atuais séries. 

Raven's Home/Disney

Seguindo a mesma linha de Fuller House, a série segue as inseparáveis e melhores amigas, Raven e Chelsea (interpretadas por Raven-Symoné e Anneliese van der Pol, respectivamente), agora adultas e, talvez, "maduras", ambas mães divorciadas, que tomam conta dos seus filhos em um apartamento em Chicago. Chelsea, divorciada de um ex-marido rico que agora está preso e por isso vai junto com seu filho Levi (interpretado por Jason Maybaum), mora com Raven, divorciada de Devon (interpretado por Jonathan McDaniel) e agora mãe de gêmeos: Booker e Nia (Isaac Ryan Brown e Navia Robinson, respectivamente). O apartamento fica virado de cabeça para baixo, quando o filho de Raven, Booker, também tem as mesmas habilidades psíquicas da sua mãe, embora ambos ainda não saibam das visões do outro.

O sucesso da série logo na primeira temporada, fez garantir um segundo ano. Nos EUA, a série estreou dia 21 de julho, e se tornou um sucesso de público com mais de 50 milhões de visualizações por streaming. Então marca ai na agenda, dia 29 de outubro no Disney Channel Brasil tem Raven's Home.

Lançada em janeiro de 2003, ‘As Visões da Raven‘ detém até hoje uma das maiores audiências na história da TV a cabo americana. A série chegou ao final em janeiro de 2006 com mais de 100 episódios produzidos, o primeiro seriado do canal Disney a bater essa marca.

Só resta saber se a nova série terá a mesma emoção da anterior. Só saberemos acompanhando, então não percam as estreias e as novas temporadas das séries aqui do post. Já vou deixar tudo agendado. 

Vou ficando por aqui pessoal. Espero que tenham gostado do post. Por favor, vão me desculpando pelos erros, realmente não estou com tempo para cuidar do blog, ainda mais de fazer revisão. É isso, até a próxima.

6 comentários:

  1. Acredita que não conhecia nenhuma desses séries? Amei suas dicas!

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  2. A televisão em Macau é de uma pobreza franciscana.
    Há muito dinheiro, não há imaginação nem capacidade.

    ResponderExcluir
  3. Devem ser belas séries mas não vejo muita televisão.
    Um abraço e continuação de uma boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderExcluir
  4. Olá, Walter! Está tudo bem?
    Eu vi alguns episódios do remake de "MacGyver" quando a série estreou cá em Portugal, mas depois parei de ver apenas porque não conseguia acompanhar quando estava a passar na televisão. Entretanto, ainda não vi os episódios que faltam, mas estava a gostar!
    Estou muito curiosa em relação a "Young Sheldon" (porque também gosto do Sheldon em "The Big Bang Theory") e quero muito começar a ver "Riverdale" e, claro, também o grande regresso da Raven!

    Bom fim de semana! :)

    ResponderExcluir
  5. Confesso que estou com o pé atrás sobre MacGyver, eu era criança quando passada a outra e lembro que adorava a marmelada de como ele conseguia sair das situações hahaha, acho que vou dar uma espiada pra ver o que acho .
    Fiquei interessada em Riverdale, já anotei , estou terminando a segunda temporada de Orphan Black, vou engatar a primeira de River.
    Fora Orphan tenho assistido Game of thrones, Preacher, Lúcifer e The Good Place e tenho uma lista interminável pra ver kkkkkkk

    Beijos

    Www.unhasclassicasemodernas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Gostei muito de Young Sheldon e vou ficar acompanhando. Também quero ver a série da Raven.

    Até mais,
    Emerson Garcia

    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram

    ResponderExcluir