Falando Sobre Filme: The Yearling (1946)

Oi pessoal! Um clássico saindo agora ''Virtude Selvagem'' ou no original The Yearling. Estava procurando alguns filmes em DVD para comprar e por acaso encontrei esse filme, a capa logo me chamou atenção. Pois bem, comprei e vi o filme numa madrugada e curti bastante. Logo todo filme que tem uma criança que faz amizade com um animal realmente chama minha atenção. Quando era mais novo tinha essa mania de me apegar com animais e até mesmo objetos e colocar nomes, conversar... formar uma amizade! Bom, vamos partir para o filme.

Após a Guerra Civil Americana, Jody Baxter é um garoto que convence os pais a ter um filhote de cervo como animal de estimação na fazenda em que moram. Mas, com o tempo, a amizade dos dois poderá perder as forças, pois o animal cresce e começa a causar problemas. Foi vencedor do Oscar de Fotografia e Direção de Arte, indicado a outras cinco categorias, incluindo Melhor Filme, Diretor, Ator e Atriz.

The Yearling

The Yearling (Virtude Selvagem, no Brasil) é um filme lançado pela MGM em 1946. É baseado na obra da escritora Marjorie Kinnan Rawlings e conta a história de uma pequena família que tenta viver no meio rural, em Everglades, na região dos pântanos da Flórida em 1870, logo após a Guerra Civil. O filho do casal Baxter, Jody (interpretado por Claude Jarman Jr.), vive num mundo da imaginação mesmo tendo apenas 10-12 anos, sempre rodeado por uma natureza exuberante cuja fauna ameniza a solidão. O único amigo da mesma idade mora longe e não pode visitá-lo por conta de uma deficiência. Com todos seus irmãos mortos e seu maior desejo é ter um bicho de estimação. Certo dia ele e seu pai (interpretado por Gregory Peck) encontram um pequeno filhote de cervo que após muita insistência dos convencem seus pais a abrigar o mascote. O que nenhum deles esperavam do inofensivo antílope pudessem transformar a vida da família. 

The Yearling

Quando seu pai se vê forçado a matar uma corça depois de um incidente, o filhote desta, um belo cervo, é por Jody adotado.  O jovem passa a dispensar um amor e um carinho todo especial para com o animal.  Entretanto, tal fato não evita que o pequeno cervo passe a devorar a colheita da família Baxter. Com tristeza, Penny Baxter diz ao filho que é preciso matar o cervo antes que sua colheita seja completamente destruída.  Sem coragem para ver seu animal de estimação morto, Jody decide levar o pequeno cervo até uma mata próxima, onde o solta. Infelizmente, de vez em quando, o animal volta à fazenda, causando estragos na colheita.  Um dia, ao encontrá-lo, Ma Baxter (interpretada por Jane Wyman) atira contra ele, ferindo-o.  Agora, Jody não tem escolha.  Não suportando vê-lo contorcer-se em agonia, Jody toma uma decisão dura.

Embora esse episódio resulte num desentendimento entre ele e sua família, Jody finalmente percebe que, assumindo a responsabilidade de salvar a fazenda às custas de seus próprios sentimentos, ele está dando um grande passo em direção à idade adulta.

As atuações do filme são ótimas, o ator Gregory Peck foi perfeito no papel do pai, um homem calmo, tranquilo, gentil e paciente; características que definiram muito o nome do ator. O ator mirim estreante na época Claude Jarman Jr. conseguiu essa ótima estreia na qual acabou roubando o filme inteiro. A Jane Wyman que interpreta a mãe Orry, ovelha negra da família, é contra ponto do marido e filho; fria, dura, rígida e sempre de mau humor. Temos ainda a presença do famoso cervo um animal herbívoro, inofensivo e gracioso da natureza não aparenta a fazer mal a ninguém; contudo quando acaba crescendo não se adapta ao campo agrícola acaba se tornando uma ameaça as plantações da família. É nesse momento a parte mais crucial do filme.

The Yearling

É um filme forte e envolvente, que fala de solidão, amargura, esperança, felicidade e frustração, tudo visto pelo ponto de vista do carismático menino interpretado por Claude Jarman Jr (um ator que faria mais um ou dois filmes e depois sumiria das telas). Um clássico irretocável e comovente para ser conhecido. Excelente. Recomendo a todos.

Cena do filme (Jody descobrindo o filhote de cervo):


Então pessoal, recomendo a todos, se você gosta de apreciar uma boa arte vale a pena ver esse filme. Mesmo com o passar do tempo, a mensagem repassada não envelhece. Fico por aqui. Até o próximo Falando sobre Filme.

11 comentários

  1. Bem antigo esse filme! Parece interessante, nunca tinha ouvido falar!

    http://sosweetgirlythings.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Que fofo esse menininho *-*
    Quando eu era pequena me apegava muito com objetos também, dava nome e tudo hahaha!
    Gostei da indicação do filme, ainda não conhecia!
    Obrigada pelo comentário lá no blog! ♥

    https://heyimwiththeband.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Meus tios e tias me falaram bem mais tarde desse filme, pke eles o acharam mega querido e envolvente.
    O vídeo é lindo e deslumbrante as imagens. O cervo é uma fofurinha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Nunca vi este filme, tenho de por na lista de filmes a ver! :)

    Beijinho*
    https://demantanosofa.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  5. ainda não assisti fiquei curiosa
    http://retromaggie.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  6. Apaixonada por essa história, amo tudo que envolve animais, tenho certeza que vou chorar horrores! Obrigado por compartilhar. ❤

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  7. Este faz parte da galeria dos imortais e inesquecíveis.
    Aquele abraço

    ResponderExcluir
  8. Tem uma história comovente... nem todos os animais podem ser de estimação...
    Xoxo from Portugal

    marisascloset.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Obrigada por compartilhar, vou anotar para procurar o filme. Gostei da resenha, :)

    Um beijo,

    My Pure Style x My Instagram x My Facebook 

    ResponderExcluir

Siga no Instagram